Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.424,96
    -73,45 (-0,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

iPad de 11 polegadas de 2022 também terá tela mini-LED, prevê analista da Apple

·2 minuto de leitura

A chegada do iPad Pro, com sua tela de 12,9 polegadas e tecnologia mini-LED, deixou o mercado bastante alvoroçado. No entanto, o respeitado analista Ming-Chi Kuo, especialista em produtos da Apple, faz uma aposta mais ousada: o painel também poderia estar presente na versão menor do tablet (com apenas 11 polegadas) já em 2022.

A previsão de Kuo consta no seu boletim, enviado aos investidores que confiam na sua palavra, em geral, acertada. O analista acredita no lançamento de um novo MacBook Air equipado com mini-LED no ano que vem, juntamente com os dois iPad planejados. Todos esses dispositivos têm como trunfo o poderoso processador M1, com exceção do notebook, que pode contar com a estreia do sucessor do chip: o M1X ou M2.

A tela conta com micro lâmpadas capazes de gerar contraste muito maior (Imagem: Reprodução/Apple)
A tela conta com micro lâmpadas capazes de gerar contraste muito maior (Imagem: Reprodução/Apple)

O mini-LED é uma versão bastante aprimorada do LCD, com contrataste superior, desempenho HDR otimizado e menor consumo de energia. Portanto, além de oferecer mais qualidade visual, ele ainda ajuda na economia de bateria.

A Apple estreou a tela em abril deste ano, no ‌iPad Pro‌ de 12,9 polegadas. Ela usa 10 mil microlâmpadas dispostas em 2.596 zonas de escurecimento para atingir taxas de contraste extremamente altas, que rivalizam com os painéis OLED. Curiosamente, Kuo previu anteriormente que a Apple introduziria OLED na linha do iPad em 2022 com um iPad Air totalmente novo.

A versão de tela menor, contudo, ficou de fora do aprimoramento, o que pode não se repetir em 2022. Como a companhia está aprimorando a tecnologia, ela deve baratear e equipar aparelhos "mais modestos".

Outra previsão sobre os equipamentos da companhia veio da Bloomberg. O site destacou que Apple estaria testando o uso da parte traseira de vidro, em vez do alumínio tradicional. Além de dar um acabamento mais refinado (e frágil), o vidro permite o carregamento sem fio do iPad.

Segundo o vazamento da Bloomberg, a gigante de Cupertino também analisa a possibilidade de produzir iPads com telas ainda maiores do que 12,9 polegadas, o que seria um marco. Mesmo que a previsão se concretize, não dá para esperar isso por agora — 2023 seria um cenário otimista.

Será que a previsão de Kuo é acertada? Ou ele deu bola fora dessa vez? Deixe sua opinião nos comentários.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos