Iowa permitirá que empresas demitam empregados muito atraentes

O Supremo Tribunal de Iowa determinou que as empresas do estado americano possam demitir legalmente os trabalhadores que considerarem muito atraentes e que este tipo de ação não equivale a uma discriminação ilegal. Numa decisão unânime, o tribunal sustentou que um dentista não violou a Lei dos Direitos Civis do estado quando demitiu uma auxiliar dental que "sua mulher considerava uma ameaça a seu casamento".

A auxiliar de dentista Melissa Nelson, que trabalhou para o dentista James Knight por mais de 10 anos e que nunca havia flertado com o chefe, segundo a declaração de ambas as partes, o processou, afirmando que não teria sido demitida se fosse homem.

Durante a audiência com o juiz, Knight afirmou ter chamado a atenção de Melissa várias vezes, por usar roupa justa demais, se insinuando e distraindo-o. Em 2009, ele começou também a trocar mensagens de texto com a auxiliar. A maioria era relacionada ao trabalho e eram inofensivos, segundo as declarações. No entanto, algumas foram mais sugestivos, incluindo uma em que Knight perguntava a Melissa com que frequência tinha um orgasmo. Ela nunca respondeu a essa mensagem.

No final de 2009, a mulher do dentista descobriu a troca de mensagem e pediu que seu marido demitisse a auxiliar, porque a considerava ''uma grande ameaça ao casamento''. No início de 2010, ele a demitiu, dizendo que sua relação havia se transformado num transtorno para sua família.

Melissa o processou, dizendo que não havia feito nada de mal, que considerava Knight um amigo e uma figura paterna, e que só foi demitida por ser mulher, segundo informações do jornal O Globo. Knight, por sua vez, argumentou que Melissa não tinha sido demitida por sua condição de mulher, já que todos os funcionários do seu setor eram do sexo feminino, mas sim pela forma como desenrolou sua relação e pela ameaça que seria a seu casamento.

Os sete magistrados, todos homens, disseram que a questão de fundo apresentada pelo caso foi ''se um empregado que não havia apresentado uma conduta de paquena poderia ser legalmente demitido simplesmente porque o chefe o considerava como uma atração irresistível''.

Com informações de O Globo

Carregando...