iOS ou Android? Veja qual é o melhor sistema operacional para o seu perfil

SÃO PAULO – Se você ainda não provou a experiência móvel proporcionada pelos smartphones e seus sistemas operacionais ou se já possui um smartphone e tem curiosidade em utilizar outro sistema operacional é preciso ficar atento ao seu perfil de usuário.

Listamos as principais características do iOS (Apple) e do Android (Google), os dois maiores sistemas operacionais de dispositivos móveis disponíveis no mercado, mas antes de optar por um sistema você precisa responder a seguinte pergunta: quais são as suas necessidades ao utilizar um sistema operacional?O diretor de marketing e produtos da MC1, Julio Fabio Chagas, explica que os dois sistemas são altamente modernos e que evoluíram muito, comparado com os outros sistemas operacionais do mercado.

“Não há uma divisão de qual é melhor ou pior, mas sim do que o consumidor busca”, explica Chagas.

Perfis de consumo
Listamos dois perfis de consumidores para identificar qual sistema é mais apropriado.

Consumidor Nível 1: classificamos nesse perfil consumidores que querem ou precisam utilizar plataformas móveis, mas não são fanáticos por novidades e só utilizam as funções básicas de um smartphone.

Para esse consumidor o especialista indica a compra de um smartphone com iOS, que é um sistema operacional que não exige um conhecimento avançado além de ser mais didático.

“IOS também é melhor paras crianças, pois os pais podem ter maior controle sobre os aplicativos baixados. É uma plataforma estilo Big Brother mesmo”, ressalta Chagas.

O iOS permite que os pais façam um controle de segurança sobre os itens baixados pela criançada. O sistema bloqueia o download de arquivos e aplicativos considerados impróprios para menores.

Consumidor Nível 2: nesse perfil consideramos consumidores com conhecimento mais avançado em plataformas móveis e que buscam novidades com mais frequência. Nesse caso, o Android é o sistema mais indicado por permitir mais liberdade ao usuário, tanto em conteúdo de aplicativos como em variedade de dispositivos.

Na opinião de Chagas, o Android oferece mais riscos aos usuários no que diz respeito à segurança de downloads.

“Se o consumidor não está tão preocupado com a segurança pode optar pelo Android, no Google Play você tem softwares de todo mundo e de todo jeito, já na loja da Apple Store vai encontrar apenas conteúdo que a empresa testou e aprovou”, opina.

Pontos positivos e negativos

Android (+)

Permite maior liberdade de compartilhamento entre aparelhos de diversos fabricantes com ou sem o sistema Android.

O usuário encontra grande variedade de aparelhos, de diversas marcas e versões do sistema.

A variedade de dispositivos proporciona preços acessíveis a todos os bolsos.

(-)

No Android o sincronismo entre aparelho pode ser trabalhoso. O usuário precisa de aplicativos específicos para sincronizar o smartphone com o computador de mesa, notebook, tablet ou a TV.

iOS (Apple) (+)

Maior segurança dos downloads de aplicativo da Apple Store.

Maior facilidade de manuseio dos sistemas e dispositivos, ideal para usuários iniciantes.

Sincronização entre aparelhos Apple (computadores, notebooks e tablets) sem precisar de softwares específicos ou criar várias contas.

(-)

Aprisionamento dos produtos Apple – o usuário não tem liberdade de compartilhar arquivos com usuários de outros sistemas através de bluetooth, por exemplo.

Maioria dos aplicativos da Apple Store são pagos

Usuários só podem fazer downloads de músicas pelo iTunes e não podem compartilhar as músicas baixadas.

As músicas baixadas não podem ser utilizadas como toque para chamadas.

Dispositivos
É impossível falar de iOS e Android sem comparar os dois maiores smartphones que disputam a preferência dos usuários – iPhone 5 e Samsung Galaxy S3

Nessa discussão, vamos começar pelo processador que as duas estrelas carregam. O Galaxy S3 possui o Quad-Core de 1,4 Ghz, enquanto o iPhone 5 carrega o Apple A6 (Dual Core). Os dois processadores são excelentes, mas o Galaxy é duas vezes mais rápido por possuir 1,4 GHz em cada um dos seus quatro núcleos, enquanto o iPhone possui 1,5GHz em cada um dos seus dois núcleos.

Nosso entrevistado, no entanto, enfatiza que a maior potência do S3 só é perceptível por usuários que utilizam os smartphones para jogar games. Já para usuários que não têm o hábito de baixar jogos no dispositivo, essa diferença é imperceptível e nesse caso deve optar pelo mais barato.

Com relação a resolução, mais uma vez o Galaxy sai na frente. O aparelho possui tela de 4,8 polegadas com resolução de 720 x 1.280 pixels. Já seu concorrente possui tela de 4 polegadas com resolução de 640 x 1.136 pixels.

Chagas explica que essa diferença é perceptível em uma tela de 15 polegadas, por exemplo. Já em telas menores, como é o caso dos aparelhos, essa percepção é maior entre profissionais de imagens.

Veja tabela completa das características dos dois aparelhos:

iPhone 5 x Samsung Galaxy S3
Características iPhone 5 Samsung Galaxy S3
Sistema operacional  iOS 6 Android 4.0.4 (Icecream Sandwich) with TouchWiz 4.0
Processador  A6 Dual-Core (1.5 GHz) Samsung Exynos  Quad-Core  ( 1. 4 GHz)
Tela  4 polegadas (1136 x 640 pixels) 4.8 polegadas  (1280 x 720 pixels)
Tecnologia da Tela  LED-backlit IPS TFT HD Super AMOLED (PenTile)
RAM 1GB 2GB / 1GB 
Memória  16 / 32 / 64 GB 16 / 32 GB
Memória Expansível  Não  até 64GB (MicroSD)
Dimensões  123.8 x 58.6 x 7.6 mm 136.6 x 70.6 x 8.6 mm
Peso 112 gramas 133 gramas
Câmera 8MP / f/2.4 8MP / f/2.6
Flash LED LED
Câmera frontal  1.2MP 1.9MP
Gravação de vídeo HD (1080p) HD (1080p)
Bateria  1,418mAh (dura 8hrs com uso do 3G) 2,100mAh Li Ion (dura 11h40 com uso do 3G)
Bateria removível? Não  Sim
Conexão  Wi-fi, 3G, 4G, LTE, Bluetooth 4.0 Wi-fi, 3G, 4G, LTE, Bluetooth 4.0, NFC
Saída de Vídeo Dock HDMI, MHL, DLNA
NFC No Yes
Nuvem de sincronização iCloud Dropbox 50GB
Data de lançamento (Brasil)  Dezembro, 2012 Junho, 2012
*Fonte MC1

Em resumo, o consumidor precisa saber o que ele busca em um smartphone ou sistema operacional. Não se deve comprar um aparelho por status, mas sim pela usabilidade e a experiência que aquele produto irá lhe oferecer.

Opinião dos consumidores
O supervisor de Contact Center, Carlos Eduardo Ramos, de 23 anos, diz que não troca o seu iPhone 4S com sistema operacional iOS 5.1 por nenhum smartphone com Android.

“Recentemente eu tentei fazer a troca e acabei comprando um Samsung Galaxy S3, mas tive muitos problemas com a dinâmica do sistema e três dias depois acabei devolvendo o aparelho e voltando a usar o iPhone 4S”, conta Ramos.

Segundo ele, o sistema Android apresentou algumas travas além de ser mais complicado de navegar. Ramos ainda informou que, diante das dificuldades em usar o sistema, retornou a loja para pedir ajuda ao vendedor que lhe informou que o sistema era mais difícil mesmo para quem não estava acostumado.

No entanto, o que fez Ramos optar por voltar a usar o iOS foi a falta de segurança dos aplicativos disponibilizado pelo Android. “Em dois dias de uso eu peguei três vírus em programas básicos baixados na loja Google. Quem utiliza o iOS sabe da segurança que a Apple Store oferece e por isso tem o costume de baixar aplicativos sem preocupações”, ressalta.“A segurança, facilidade e qualidade dos serviços Apple me fazem ser fiel a marca”, conclui.

Já o analista de sistemas, Guilherme Almeida, de 23 anos, é usuário do Android há um ano e diz que não tem do que reclamar.

 “O sistema é ótimo, fácil de navegar e me proporciona a liberdade que os produtos Apple não oferecem”, ressalta.

O analista de sistemas conta que já teve um iPhone com o sistema iOS e resolveu trocar para ter mais liberdade de compartilhamento de dados com outros dispositivos. “O Android segue um padrão em qualquer dispositivo, seja qual for o fabricante do aparelho é possível trocar arquivos e compartilhar dados com outros usuários, isso facilita muito”, explica.

Sobre a segurança dos downloads de aplicativos, Almeida informou que com cuidados básicos, como instalar um antivírus no smartphone, pode resolver os problemas de segurança nos itens baixados.

Segundo ele, a funcionalidade dos sistemas é satisfatória “no geral os dois sistemas funcionam muito bem, são competidores a altura, o que demanda mesmo é a preferência do usuário”, conclui o usuário do Android.

Carregando...