Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,96 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,60 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    -0,56 (-0,52%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -2,20 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    21.285,02
    +79,98 (+0,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,28 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,16 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,77 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    -7,75 (-0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

iOS 16 é apresentado pela Apple; confira todas as novidades

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A conferência WWDC 2022, da Apple, trouxe vários detalhes sobre a atualização do iOS 16. O sistema operacional deve trazer novas opções de personalização, uma tela de bloqueio aprimorada com widgets, reformulação das notificações e ajustes em aplicativos específicos.

A previsão é de o software dos iPhones chegar em meados do segundo semestre após diversos testes beta. Esta é uma atualização menor que a anterior, porém bastante voltada na experiência em mudanças cosméticas e na interface do usuário.

Confira a seguir as principais novidades do iOS 16:

Tela de bloqueio interativa

Você pode deixar a tela de bloqueio com suas cores e fontes favoritas (Imagem: Reprodução/Apple)
Você pode deixar a tela de bloqueio com suas cores e fontes favoritas (Imagem: Reprodução/Apple)

A tela de bloqueio é a maior inovação do iOS 16, pois permitirá personalizar fontes e cores usadas. Será possível adicionar widgets e criar várias telas de bloqueio próprias, as quais poderão ser alternadas automaticamente ao deslizar pela tela ou alteradas individualmente.

Os papéis de parede fornecidos pela Apple serão constantemente atualizados com opções animadas, temáticas e com recursos que se integram à imagem. Por exemplo: será possível configurar o relógio ou os widgets para ficarem posicionados atrás da sua fotografia, em vez de cobrir o seu rosto.

Dá para configurar seus widgets favoritos para exibição na tela de bloqueio (Imagem: Reprodução/Apple)
Dá para configurar seus widgets favoritos para exibição na tela de bloqueio (Imagem: Reprodução/Apple)

As notificações também aparecem na tela de bloqueio de maneira diferente. Em vez de se acumularem na tela, eles “rolam” na parte inferior da tela. Há também um recurso de “atividades ao vivo” para exibir notificações associadas a um evento, como um passeio de Uber ou evento esportivo em um único bloco.

Os usuários também podem criar telas de bloqueio usando seus emojis favoritos ou combinações de cores. Com várias telas de bloqueio, as pessoas podem alternar entre seus favoritos com apenas um toque.

Notificações mais inteligentes

O modo Focus permite vincular apps e widgets para tornar a experiência mais personalizada (Imagem: Reprodução/Apple)
O modo Focus permite vincular apps e widgets para tornar a experiência mais personalizada (Imagem: Reprodução/Apple)

O modo Focus está mais poderoso, fácil de configurar e agora possui melhor integração com a tela de bloqueio do telefone. A adição permitirá vincular um papel de parede e widgets a alguma modalidade específica. Por exemplo: você pode configurar e-mail da empresa vinculado ao widget do Gmail no modo "Trabalho".

Basta deslizar a tela de bloqueio para baixo e escolher a opção correspondente. Os novos filtros permitem configurar apps como Calendário, Mail, Mensagens e Safari para exibir apenas conteúdo relevante para aquele foco escolhido, seja ele pessoal, trabalho, dormir ou personalizado.

Além disso, o iOS 16 vai permitir que você apenas feche as notificações sem precisar dispensá-las de uma vez. Ao invés de acumular dezenas de ícones, você pode apenas agrupar tudo para verificar individualmente cada uma delas quando tiver mais tempo.

Aplicativo Mensagens

Você pode reunir amigos para maratonar uma série e trocar de serviço sem precisar sair do grupo (Imagem: Reprodução/Apple)
Você pode reunir amigos para maratonar uma série e trocar de serviço sem precisar sair do grupo (Imagem: Reprodução/Apple)

O aplicativo Mensagens é bastante popular lá fora, principalmente nos Estados Unidos, mas estava defasado nos últimos anos. Agora, a Apple decidiu trazer algumas inovações importantes como a capacidade de editar erros de digitação de mensagens enviadas tal qual é possível no Telegram.

A recuperação textos ou fotos enviados por engano, uma espécie de "apagar mensagem", outro recurso já antigo do Telegram e há algum tempo disponível também no WhatsApp, chegará para tornar conversas menos embaraçosas. O programa também oferecerá um sistema para marcar mensagens como não lidas, como já ocorre com os e-mails, assim o usuário pode lembrar de lê-las mais tarde.

Outro recurso introduzido é o SharePlay, funcionalidade focada para assistir conteúdos em streaming com os amigos, nas mensagens. Você poderá convidar seus amigos para compartilhar experiências pelo programa, graças a um sistema de integração.

Live Text em vídeos

Além de traduzir palavras, será possível converter valores de moeda e copiá-los com o toque na tela (Imagem: Reprodução/Apple)
Além de traduzir palavras, será possível converter valores de moeda e copiá-los com o toque na tela (Imagem: Reprodução/Apple)

Já pensou como seria fácil parar um vídeo e poder copiar (no estilo Ctrl+ C e Ctrl + V) o conteúdo de uma carta ou de um menu? Isso agora vai ser realidade com o Live Text aplicado a vídeos: será possível extrair textos e traduções de vídeos ou fotos diretamente para o seu computador, iPhone ou iPad.

Com o Visual Look Up, imagens poderão ser selecionadas e transformadas em figurinhas com apenas uma seleção. Você escolhe o que deseja copiar, o app reconhecerá o contorno e vai destacar apenas aquele pedaço. Na apresentação, foi possível notar uma integração com o aplicativo Mensagens, mas outras podem chegar.

Carteira mais versátil

Você também poderá acompanhar o envio do produto pelo próprio aplicativo (Imagem: Reprodução/Apple)
Você também poderá acompanhar o envio do produto pelo próprio aplicativo (Imagem: Reprodução/Apple)

O aplicativo Carteira (Wallet) também receberá alguns recursos expandidos, com uma maneira de compartilhar IDs salvos com segurança e a possibilidade e enviar apenas as informações necessárias. Também será mais fácil compartilhar chaves salvas, inclusive de residências ou hotéis, com pessoas autorizadas.

O Apple Pay receberá um novo recurso chamado “Pay Later”, o bom e velho parcelamento de compras tão famoso no Brasil — mas inovador nos Estados Unidos. Dá para dividir o valor em até quatro pagamentos iguais, sem juros e sem taxas extras.

Fotos compartilhadas

Esse modelo permite que usuários autorizados possam visualizar, editar ou deletar conteúdos (Imagem: Reprodução/Apple)
Esse modelo permite que usuários autorizados possam visualizar, editar ou deletar conteúdos (Imagem: Reprodução/Apple)

O aplicativo Fotos passará a oferecer um recurso de compartilhamento inteligente. Será possível configurar uma "biblioteca compartilhada" com pessoas da sua família, amigos, colegas de trabalho ou outros membros do grupo para acesso de forma automático. Assim, se você editar uma foto ou incluir alguma pasta nova, não é necessário fazer um novo ajuste, pois tudo será visível.

A Biblioteca de Fotos Compartilhadas do iCloud oferecerá uma nova maneira de compartilhar fotos na qual até seis usuários podem colaborar, contribuir e desfrutar. Os usuários podem optar por compartilhar fotos existentes de suas bibliotecas pessoais, compartilhar com base em uma data de início ou conforme o reconhecimento das pessoas nas fotos.

Novas ferramentas de e-mail

Em vez de exibir apenas e-mails, a busca resultará em imagens, arquivos e outros formatos (Imagem: Reprodução/Apple)
Em vez de exibir apenas e-mails, a busca resultará em imagens, arquivos e outros formatos (Imagem: Reprodução/Apple)

Um dos recursos mais curiosos (e úteis) do anúncio são as ferramentas de e-mail. Passa a ser possível agendar e-mails com antecedência e cancelar a entrega de mensagens antes de chegar à caixa de entrada do destinatário — parecido com o que o Gmail e o Outlook oferecem.

O Mail deverá ter o sistema de pesquisa totalmente reformulado com técnicas de aprendizado de máquina para fornecer resultados mais relevantes e precisos. Será exibido, por exemplo, e-mails, contatos, documentos e links recentes no momento em que começam a pesquisar.

A ferramenta de ditado (Dictation) oferece uma nova experiência no dispositivo que permite aos usuários alternar entre voz e toque com fluidez. Os usuários podem digitar com o teclado, tocar no campo de texto, mover o cursor e inserir sugestões sem precisar parar de falar.

Mapas mais precisos

O aplicativo Mapas  também passou por modificações para ficar mais definido e com um recurso de detalhamento dos locais, com monumentos históricos, prédios icônicos e outros elementos em três dimensões. Infelizmente, essa forma de navegação ainda não está disponível no Brasil.

O Apple Maps terá um sistema "multi-stop" e suporte para até 15 paradas. Assim, é possível traças rotas no Mac e sincronizar com o iPhone para realizar uma viagem mais segura. Também haverá atualizações de transporte público para os usuários, preços de passagens e a possibilidade de adicionar cartões de transporte público na carteira.

Melhorias para o MapKit chegam para os desenvolvedores interessados em criar mapas detalhados associados aos seus aplicativos.

Segurança contra stalkers

Com o Safety Check, uma pessoa vítima de violência ou abuso pode restringir o acesso de terceiros às suas informações (Imagem: Reprodução/Apple)
Com o Safety Check, uma pessoa vítima de violência ou abuso pode restringir o acesso de terceiros às suas informações (Imagem: Reprodução/Apple)

Um novo recurso de privacidade permitirá interromper imediatamente o acesso de perseguidores e vítimas de situações de violência doméstica. O sistema inclui uma redefinição de emergência que ajuda os usuários a sair facilmente do iCloud em todos os outros dispositivos, inclusive com a interrupção da localização.

Além disso, a função revoga as permissões de privacidade e limita o acesso às mensagens somente ao dispositivo em sua mão. Também ajuda os usuários a entender e gerenciar a quais pessoas e aplicativos eles deram acesso. Essa foi anunciada como uma importante ferramenta no combate à violência contra a mulher.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos