Mercado abrirá em 1 h 23 min
  • BOVESPA

    95.368,76
    -4.236,78 (-4,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    37.393,71
    -607,60 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    35,99
    -1,40 (-3,74%)
     
  • OURO

    1.877,90
    -1,30 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    13.114,80
    -48,59 (-0,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    259,31
    -13,38 (-4,91%)
     
  • S&P500

    3.271,03
    -119,65 (-3,53%)
     
  • DOW JONES

    26.519,95
    -943,24 (-3,43%)
     
  • FTSE

    5.602,02
    +19,22 (+0,34%)
     
  • HANG SENG

    24.586,60
    -122,20 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    23.331,94
    -86,57 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    11.239,25
    +106,50 (+0,96%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7214
    -0,0130 (-0,19%)
     

iOS 14: YouTube restringe uso de picture-in-picture na web para contas Premium

André Lourenti Magalhães
·2 minutos de leitura

Uma das novidades do iOS 14 é o modo picture-in-picture (PiP), que permite reproduzir um vídeo em uma janela flutuante reduzida enquanto navega em outros aplicativos do celular. Entretanto, usuários apontam que o YouTube está bloqueando o uso da função em sua versão web, limitando-a apenas para assinantes do YouTube Premium.

A restrição foi encontrada acessando o site do YouTube pelo Safari e noticiada pelo The Verge no último dia 18. Ao reproduzir um vídeo em tela cheia e ativar a função, a miniatura imediatamente retorna para a posição original na página. Colocando o Safari em segundo plano, a reprodução é interrompida. O bloqueio persistiu em testes feitos pelo Canaltech durante a produção dessa matéria (19), como mostramos no GIF abaixo:

Picture-in-picture pela versão gratuita do YouTube é bloqueado no iOS 14 (GIF: Bruno Salutes/Canaltech)
Picture-in-picture pela versão gratuita do YouTube é bloqueado no iOS 14 (GIF: Bruno Salutes/Canaltech)

Curiosamente, o portal Macrumors apontou que o recurso funciona normalmente com vídeos da plataforma incorporados em outras páginas da web. Pelo iPad, por exemplo, o picture-in-picture funcionou normalmente no Safari nos sites da plataforma e de terceiros.

A reprodução em segundo plano do YouTube em dispositivos móveis é um recurso exclusivo da versão Premium. Portanto, pode ser analisado como um método para limitar o uso aos seus assinantes. Google e Apple ainda não se manifestaram sobre o assunto.

O YouTube Premium tem custo mensal de R$ 20,90, e traz as seguintes vantagens: assistir vídeos sem anúncios, reproduzir vídeos em segundo plano, baixar vídeos para assistir offline e acesso ao YouTube Originals.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: