Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,51 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,10 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,57
    -0,58 (-0,80%)
     
  • OURO

    1.818,80
    -42,60 (-2,29%)
     
  • BTC-USD

    38.548,82
    -1.571,29 (-3,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    953,95
    -38,52 (-3,88%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,63 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.436,84
    -201,66 (-0,70%)
     
  • NIKKEI

    29.291,01
    0,00 (0,00%)
     
  • NASDAQ

    13.895,00
    -86,25 (-0,62%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0719
    +0,0099 (+0,16%)
     

‘Invocação Do Mal 3′: teaser usa trecho de exorcismo real

·2 minuto de leitura
‘Invocação Do Mal 3′: teaser usa trecho de exorcismo real
‘Invocação Do Mal 3′: teaser usa trecho de exorcismo real

Supostamente, todos os filmes da franquia ‘Invocação do Mal’ são inspirados nos relatos reais da dupla de investigadores paranormais Ed e Lorraine Warren. Porém, há quem acredite e há quem duvide dos casos registrados pelo casal de demonologistas.

Mas para a divulgação de ‘Invocação Do Mal 3: A Ordem Do Demônio’ a Warner foi além e produziu um teaser com uma entrevista com Debbie Johnson, esposa de Arne Johnson – primeira pessoa na história do direito a alegar possessão demoníaca como motivo para um homicídio culposo. O vídeo conta até com trechos em áudio de um exorcismo real. Assista, mas só se tiver coragem:

O caso que serve de enredo para ‘Invocação Do Mal 3’ aconteceu em fevereiro de 1981, na cidade de Brookfield, no estado de Connecticut (EUA). Arne Cheyenne Johnson, então com 19 anos, foi acusado de esfaquear Alan Bono enquanto estava alcoolizado. Em sua defesa, Arne afirmou que tinha sido possuído por um demônio que anteriormente habitava o corpo de David Glatzel, irmão mais novo de Debbie, então namorada do jovem.

No ano anterior, os Warren chegaram a tentar realizar um exorcismo em David (o ritual que ouvimos no vídeo), sem sucesso. Arne teria então desafiado a entidade maligna a sair do garoto e possuí-lo. Aí o que já era ruim, ficou pior: a família começou a ser ter atormentada por eventos sobrenaturais que foram escalando, e meses depois Arne cometeu o assassinato.

Leia também:

No julgamento, os Warren foram convocados como testemunhas de defesa, para reforçar a tese da possessão. É nesse cenário que ‘Invocação Do Mal 3: A Ordem Do Demônio’ leva a franquia para uma nova direção: a investigação paranormal se mistura com as ações no tribunal, no melhor estilo ‘O Exorcismo de Emily Rose’ (2005).

‘Invocação Do Mal 3: A Ordem Do Demônio’
Cena do exorcismo de David Glatzel em ‘Invocação Do Mal 3: A Ordem Do Demônio’. Imagem: Warner Bros/Divulgação

‘Invocação Do Mal 3: A Ordem Do Demônio’ é o oitavo filme do universo de filmes de terror produzidos pela New Line Cinema. James Wan, que vinha sendo o diretor da linha principal, deixa a cadeira da direção nas mãos de Michael Chaves (‘A Maldição da Chorona’) e passa a função de produtor. Como não poderia deixar de ser, Vera Farmiga e Patrick Wilson voltam aos papeis de Lorraine e Ed Warren, e contracenam com Ruairi O’Connor (da série ‘The Spanish Princess’), Sarah Catherine Hook (‘Monsterland’) e Julian Hilliard (das séries ‘Penny Dreadful: City of Angels’ e ‘A Maldição da Residência Hill’).

A franquia inclui ainda os spin-offs ‘Annabelle’, ‘Annabelle: A Criação do Mal’, ‘A Freira’, e ‘Annabelle 3 – De Volta Para Casa’. As produções já arrecadaram mais de US$ 1,8 bilhão de bilheteria em todo o mundo. ‘Invocação Do Mal 3: A Ordem Do Demônio’ tem estreia prevista para 3 de junho nos cinemas brasileiros.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos