Investimento reagirá no 4º trimestre, garante Mantega

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta quarta-feira que o investimento começará a reagir no quarto trimestre deste ano. Segundo ele, quando há uma crise, com retração da economia, o que mais se encolhe é o investimento, já que o empresário olha para a frente e precisa de demanda para tomar a decisão de investir.

O ministro disse que já tem indicadores do Banco Nacional de desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) mostrando que o investimento começou a reagir no quarto trimestre de 2012, um comportamento parecido com 2009, quando não houve investimento nos três primeiros trimestres e a reação veio nos últimos três meses do ano. "Exatamente como agora. A indústria voltou a crescer a partir do terceiro trimestre, vai continuar crescendo no quarto trimestre e é ela que vai fazer o investimento reagir", previu.

Mantega acredita que a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) ficará em torno de 19% do PIB em 2013. O ministro lembrou que o governo tem adotado medidas de redução geral do custo financeiro e da energia elétrica, o que vai animar os investidores. Ele disse que a economia também tende a reagir mais.

O ministro afirmou que é natural a retração da indústria, que é afetada pela crise, mas que, à medida que os setores começam a reagir e operar num nível mais elevado, a indústria voltou a crescer. Ele disse que a agricultura vai bem, o setor de serviços também e previu que, neste primeiro momento de recuperação da economia, a indústria está queimando os estoques e depois terá que aumentar a produção para atender o mercado.

Carregando...