Mercado fechará em 6 h 14 min
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,93
    +0,49 (+0,59%)
     
  • OURO

    1.779,40
    +13,70 (+0,78%)
     
  • BTC-USD

    62.427,80
    +1.457,68 (+2,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.457,43
    +5,80 (+0,40%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.204,99
    +1,16 (+0,02%)
     
  • HANG SENG

    25.787,21
    +377,46 (+1,49%)
     
  • NIKKEI

    29.215,52
    +190,06 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.341,25
    +50,75 (+0,33%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4612
    +0,0697 (+1,09%)
     

Investimento por brasileiros em criptoativos é "muito relevante" e deve ser discutido pelo BC, diz diretor

·2 minuto de leitura
Sede do Banco Central em Brasília

Por Marcela Ayres

BRASÍLIA (Reuters) - O investimento em criptoativos pelos brasileiros tem chamado a atenção do Banco Central, que deve discutir o tema nos próximos meses, indicou o diretor de Política Monetária do Banco Central, Bruno Serra, nesta quinta-feira.

Ao participar de evento promovido pelo BTG Pactual, ele destacou que esse fluxo acumulado em criptoativos atingiu cerca de 12 bilhões de dólares, tendo crescido no período recente para patamares em torno de 600 a quase 800 milhões de dólares ao mês.

"É fluxo muito relevante", disse Serra. "É algo que a gente está olhando aqui, acho que vai ser discussão importante nos próximos meses."

A título de comparação, o investimento por brasileiros em ações norte-americanas é de cerca de 16 bilhões de dólares, sendo esta uma "classe de ativos superconsolidada", afirmou Serra.

Ele lembrou que, no caso das ações, o valor considera a marcação a mercado dos ativos. Se isso for feito para os criptoativos o número de 12 bilhões de dólares "salta algumas vezes".

Serra também ressaltou que o investimento em criptoativos tem crescido substancialmente a despeito do encarecimento do dólar.

"Imaginei que depois da depreciação de 35% em 2020, de 2020 para cá, esse fluxo iria diminuir, e na verdade ele não diminuiu, ele aumentou em 2020 um pouquinho e tem se acelerado em 2021 até o mês de julho, reduzindo um pouco o fluxo em agosto e setembro, mas aumentou e tem se acelerado", pontuou.

ESTRANGEIROS NO PAÍS

Em relação ao investimento em portfólio por estrangeiros no país, Serra disse que o fluxo está positivo no ano até agosto, revertendo tendência vista desde 2016, quando passaram a ser observadas saídas anuais líquidas.

De acordo com o diretor do BC, fatores como o ajuste dos juros básicos e o ciclo de commodities, que favorece empresas brasileiras listadas em bolsa, podem ter contribuído para esse movimento.

"O fato é que pela primeira vez em muitos anos a gente voltou a ter gringo aqui", disse.

(Por Marcela Ayres)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos