Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.235,76
    +1.584,71 (+1,46%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.823,97
    +582,16 (+1,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,54
    +1,04 (+1,15%)
     
  • OURO

    1.807,10
    -5,20 (-0,29%)
     
  • BTC-USD

    23.687,31
    +577,84 (+2,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    558,35
    +27,13 (+5,11%)
     
  • S&P500

    4.210,24
    +87,77 (+2,13%)
     
  • DOW JONES

    33.309,51
    +535,10 (+1,63%)
     
  • FTSE

    7.507,11
    +18,96 (+0,25%)
     
  • HANG SENG

    19.610,84
    -392,60 (-1,96%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.382,75
    +351,25 (+2,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2371
    +0,0044 (+0,08%)
     

Investidores devem observar os millenials da China, diz VanEck

·1 min de leitura

(Bloomberg) -- À medida que a China caminha em direção a uma economia baseada no consumidor e em serviços, os investidores em ações devem prestar muita atenção aos millenials no país.

Most Read from Bloomberg

Essa é a visão de Alice Shen, associada sênior da empresa de investimentos VanEck Australia, que espera que essa geração tenha um impacto tão grande quanto os baby boomers dos Estados Unidos tiveram no final do século passado. Ela disse ver oportunidades em ações de bens de consumo básicos, artigos de consumo discricionário, saúde e tecnologia da informação.

“Este é um bom ponto de entrada para os investidores”, disse Shen, acrescentando que o foco recente do governo chinês em temas de prosperidade comum pode sinalizar movimentos potenciais futuros para diminuir a lacuna de riqueza do país, o que aumentaria o poder de compra das massas.

“Isso, por sua vez, ajudará a impulsionar as marcas nacionais em relação às globais – de ‘Made in China’ a ‘Designed in China’”, disse ela.

Shen recomendou small e mid-caps em vez de ações de empresas maiores. Ela disse que os recentes cortes nas taxas de juros e o aumento do estímulo impulsionam essas áreas do mercado, que respondem por cerca de 60% do PIB da China, e que haveria mais crescimento nesses setores no próximo ano. Isso apesar das crescentes preocupações com a escalada de repressões regulatórias das autoridades em Pequim em todos os tipos de setores.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos