Mercado fechará em 1 h 32 min
  • BOVESPA

    108.408,23
    +1.740,57 (+1,63%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.747,11
    -485,09 (-0,91%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,11
    +1,68 (+1,97%)
     
  • OURO

    1.842,10
    +29,70 (+1,64%)
     
  • BTC-USD

    42.204,27
    +517,77 (+1,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.001,41
    +6,67 (+0,67%)
     
  • S&P500

    4.594,61
    +17,50 (+0,38%)
     
  • DOW JONES

    35.456,03
    +87,56 (+0,25%)
     
  • FTSE

    7.589,66
    +26,11 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    24.127,85
    +15,07 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    27.467,23
    -790,02 (-2,80%)
     
  • NASDAQ

    15.267,25
    +61,25 (+0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2021
    -0,1050 (-1,66%)
     

Investidores de criptomoedas são “golpistas que incendeiam o planeta”, diz cofundador da Mozilla

·2 min de leitura

A Mozilla Foundation, empresa responsável pelo desenvolvimento do navegador Firefox, anunciou no sábado (1) que começaria aceitar doações em criptomoedas. O cofundador da organização, Jamie Zawinski não gostou nada da ação e atacou os investidores de criptomoedas.

“Todos os envolvidos no projeto (Mozilla) deveriam estar profundamente envergonhados com esta decisão de fazer parceria com golpistas de Ponzi que incineram planetas”, disse ele, acrescentando vários palavrões.

Mozilla deixa de aceitar doações em criptomoedas

Além do comentário do confundador, a fundação Mozilla viu uma reação negativa de parte da comunidade do navegador depois de convidar pessoas a doar para a empresa por meio de criptomoedas, incluindo Bitcoin e Dogecoin.

Ao mesmo tempo, Peter Linss, o fundador do Gecko, sistema por trás do navegador, juntou-se à conversa e disse que a Mozilla “foi criada para ser mais do que isto”.

Como resultado, a fundação Mozilla decidiu interromper a aceitação de doações com criptomoedas.

A organização sem fins lucrativos, que supervisiona o desenvolvimento do navegador Firefox, disse que o impacto ambiental que a criptomoeda potencialmente representa é um problema e vai “revisar se sua política atual de doações de criptomoedas se encaixa seus objetivos climáticos”.

“A tecnologia web descentralizada continua a ser uma área importante para explorarmos, mas muita coisa mudou desde que começamos a aceitar doações de criptomoedas”, disse a fundação em um tópico de tweet.

Bitcoin

Esta não é a primeira vez que uma empresa enfrenta problemas – ou se distancia do bitcoin – por causa de preocupações ambientais. No ano passado, a Tesla suspendeu a aceitação de bitcoin como pagamento por seus veículos, poucos meses após liberar a opção.

Em meio a vários debates, muitas empresas reduziram suas ambições pela chamada web 3.0. O Discord interrompeu a exploração de criptomoedas e NFTs em novembro, após protestos de muitos que se opunham à ideia.

De acordo com a Cambridge, a mineração de bitcoin consome cerca de 148 terawatts-hora de energia anualmente, muitos analistas, no entanto, contestam essas análises e mostram que mais de 60% da mineração é realizada com energia verde.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos