Investidor retoma cautela e petróleo cai 0,45% em NY

Os preços futuros do petróleo recuaram nesta quinta-feira do maior nível em quatro meses, refletindo o fim do recente otimismo dos operadores da commodity em relação ao crescimento econômico na véspera da divulgação do Relatório de Emprego dos Estados Unidos.

Os contratos futuros para entrega em março recuaram US$ 0,45 em Nova York nesta sessão, em queda de 0,45%, a US$ 97,49 por barril na New York Mercantile Exchange (Nymex). Os contratos futuros de petróleo Brent para entrega em março, negociados na plataforma eletrônica ICE, fecharam a US$ 115,55 por barril, avançando US$ 0,65%, ou 0,56%.

Os preços da commodity reagiram em queda ao aumento no número de pedidos de auxílio-desemprego nos EUA na semana passada, para 368 mil, aumentando a tensão dos operadores em relação aos dados do mercado de trabalho em janeiro, que serão divulgados na sexta-feira (01) pelo Departamento do Trabalho. Esse quadro diminuiu as apostas de preços mais elevados do petróleo, que acumulou alta de 14% nas últimas sete semanas.

"Os mercados de energia e ações estão precificando um resultado bem positivo para amanhã, então o petróleo poderá cair se houver decepção. Se tivermos um número ruim, poderá haver mais vendas", antecipa Rich Ilczyszyn, operador da iiTrader em Chicago. "Acho que vai haver uma correção", aposta o operador. As informações são da Dow Jones.

Carregando...