Mercado abrirá em 4 h 18 min
  • BOVESPA

    119.297,13
    +485,13 (+0,41%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.503,71
    +151,51 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,03
    +0,85 (+1,41%)
     
  • OURO

    1.746,80
    -0,80 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    64.526,01
    +3.558,07 (+5,84%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.396,67
    +102,68 (+7,94%)
     
  • S&P500

    4.141,59
    +13,60 (+0,33%)
     
  • DOW JONES

    33.677,27
    -68,13 (-0,20%)
     
  • FTSE

    6.896,77
    +6,28 (+0,09%)
     
  • HANG SENG

    28.900,83
    +403,58 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    29.620,99
    +82,29 (+0,28%)
     
  • NASDAQ

    13.994,75
    +19,00 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8422
    +0,0110 (+0,16%)
     

Investidor bilionário perdeu R$ 45 bilhões em 10 dias

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Nota de dólar. (Foto: Getty Images)
Nota de dólar. (Foto: Getty Images)
  • Investidor bilionário Bill Hwang perdeu R$ 45 milhões em um espaço de dez dias.

  • Perdas estão ligadas a seu fundo de investimentos, o Archegos.

  • Ondas de choque afetaram bancos e conglomerados de mídia.

O investidor bilionário Bill Hwang perdeu incríveis R$ 45 bilhões em um espaço de apenas 10 dias, no que é considerado um dos mais rápidos "desabamentos" financeiros desde a crise de 2008.

Leia também:

As informações são do site Business Insider.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Perdas rápidas

As perdas de Hwang estão associadas ao colapso de sua firma de investimentos, a Archegos, que na semana passada sofreu fortes perdas, derrubando o valor de mercado de bancos e conglomerados de mídia.

A Archegos era conhecida por fazer apostas bilionárias em ações no mercado americano, mas um recente fracasso financeiro levou a uma pressão de bancos pela venda de US$ 20 bilhões em ações do fundo – o que foi suficiente para enviar ondas de choque por todo o mercado.

Empresas como Viacom CBS e Discovery, além do Credit Suisse Group, estiveram entre os afetados.

O colapso chegou a levar investidores a temerem um contágio maior de vendas e pessimismo, o que acabou não acontecendo.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube