Mercado abrirá em 3 h 44 min

Invasão ao Twitter de Jack Dorsey leva polícia a um grupo de hackers

Natalie Rosa

A conta oficial de Jack Dorsey, CEO do Twitter, foi hackeada em agosto deste ano, e agora um dos suspeitos levou a polícia a um grupo de hackers chamado de Chuckling Squad, no qual hoje é ex-membro.

Segundo informações do site Motherboard, a prisão aconteceu há duas semanas e os hackers desse grupo possuem menos de 18 anos. No crime, a conta de Dorsey foi invadida e uma série de tweets ofensivos começaram a ser publicados a cerca de 4 milhões de seguidores.

As investigações afirmam que a invasão aconteceu por um método chamado "SIM swapping", que envolve a persuasão de uma operadora de telefonia a atribuir o número de telefone da vítima a um novo número de um dos criminosos. Segundo a polícia, este tipo de técnica é usada há vários anos.

Imagem: Reprodução

Há suspeitas também que os hackers usaram o número do telefone de Dorsey para fazer os tweets pelo aplicativo Cloudhopper, que permite a atualização da rede social apenas com a utilização de um número vinculado com a conta.

"O número de telefone associado com a conta foi comprometido devido a uma falha de segurança da operadora de telefonia. Isso permitiu que uma pessoa não autorizada criasse e enviasse tweets através de mensagens de texto a partir desse número", afirma declaração do Twitter.

A prisão do suspeito aconteceu no Condado de Santa Clara, na Califórnia. As informações sobre as investigações devem aparecer nos próximos dias.


Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: