Mercado fechará em 3 h 18 min
  • BOVESPA

    111.532,30
    -2.280,57 (-2,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.524,68
    -205,12 (-0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    91,52
    +1,02 (+1,13%)
     
  • OURO

    1.763,50
    -7,70 (-0,43%)
     
  • BTC-USD

    21.584,55
    -1.706,98 (-7,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    513,79
    -27,81 (-5,13%)
     
  • S&P500

    4.238,96
    -44,78 (-1,05%)
     
  • DOW JONES

    33.804,09
    -194,95 (-0,57%)
     
  • FTSE

    7.550,37
    +8,52 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    19.773,03
    +9,12 (+0,05%)
     
  • NIKKEI

    28.930,33
    -11,77 (-0,04%)
     
  • NASDAQ

    13.270,25
    -253,00 (-1,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2055
    -0,0083 (-0,16%)
     

Internet banda larga no Brasil é 'satisfatória', aponta estudo

No geral, conectividade de internet banda larga no Brasil é satisfatória
No geral, conectividade de internet banda larga no Brasil é satisfatória
  • Pesquisa foi realizada pela plataforma Minha Conexão, que realiza testes de velocidade de Internet;

  • Foram utilizados dados de pesquisa de usuários que acessaram o serviço;

  • Latência média no Brasil é de 47ms.

Uma pesquisa realizada pela plataforma Minha Conexão revelou que a qualidade da internet banda larga no Brasil é satisfatória, pelo menos para mais da metade dos estados do país. Chamado de "Panorama nacional de qualidade da internet em 2022", foram avaliados 9,2 milhões de testes de qualidade feitos pelos internautas nos últimos seis meses na plataforma.

De acordo com Alexandre Martins, porta-voz do site, os cálculos foram realizados "com base nas velocidades e a latência da conexão". A velocidade da conexão é a largura da banda disponível para o usuário. É quanta informação ele pode receber de uma só vez. Já a latência é o tempo em que leva para uma informação ser transmitida dentro da rede, entre o servidor e o usuário.

Segundo Martins, "uma grande parcela dos brasileiros navega sem preocupação", com 84,9% das velocidades de download analisadas sendo considerada "boa" em todas as regiões do país. Essa informação é importante para atividades como navegar na internet, fazer streaming de séries e filmes, e download de músicas no Spotify ou outros serviços.

Neste caso também foram analisados o que essas informações representam para o consumo de vídeos, como ao utilizar o YouTube, Netflix ou HBO Max. De acordo com a Minha Conexão, 77,4% das conexões brasileiras permitem a exibição de conteúdos em 4K, enquanto 10% conseguem baixar em 1080p. Por fim, 12,59% estão restritas a 360p ou 720p.

A latência dos serviços, por sua vez, também foi medida. A informação é mais importante para os fãs de jogos online, que estão constantemente enviando e recebendo pacotes de informação dos servidores. No país a latência média ficou em 47ms, considerada boa. O melhor resultado foi encontrado no Centro-Oeste, com 41ms. Em seguida aparece o Sudeste (46ms), Nordeste e Sul (ambos com 49ms) e Norte, com 57ms. É importante destacar essas taxas variam de acordo com onde fica localizado o servidor. No caso, a latência medida é em relação à localização do servidor do provedor de internet mais próximo do usuário.

Em termos de localidades, o Distrito Federal, Piauí e São Paulo possuem as melhores conexões, com o teste revelando que 80% dos usuários que fizeram o teste possuem um alto nível de conectividade. Já o Acre, Bahia, Pará, Pernambuco e Roraima têm a menor porcentagem de boas conexões, com menos de 70% dos usuários apresentando alto nível de conectividade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos