Mercado fechado

Internet alcança 74% dos brasileiros e 58% utilizam a rede apenas pelo celular

Rubens Eishima

O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) divulgou a edição 2019 da pesquisa TIC Domicílios. O estudo que investiga o uso das tecnologias de informação no Brasil revelou que somos 134 milhões de usuários de internet no país, 74% da população com 10 anos ou mais. Pela primeira vez desde o início da pesquisa, a penetração da rede mundial ultrapassou a metade da população rural, com 53%.

Outro destaque da pesquisa é o uso do celular entre os brasileiros. O aparelho é usado por 99% das pessoas conectadas no país, sendo que 58% da população acessa a internet apenas pelo celular. O último percentual é ainda maior entre as classes D e E, em que 85% dos acessos são exclusivos pela rede móvel.

A tendência de redução de uso dos computadores continuou em 2019, pelo quarto ano consecutivo. No ano passado, apenas 39% dos lares possuíam um PC, seja desktop ou notebook, contra mais de 50% em 2016. A pesquisa identificou que 95% dos domicílios da classe A ainda possuem o aparelho, enquanto apenas 14% dos lares das classes D e E tinham um computador no ano passado.

Exclusão digital

A pesquisa realizada pelo Cetic.br (Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação), órgão vinculado ao CGI.br, mostrou que mais de 20 milhões de lares no Brasil não possuem acesso à internet, apesar do aumento do número de domicílios com acesso entre as classes C, D e E.

35% dos lares na região Nordeste e 45% das famílias com renda de até 1 salário mínimo não possuíam acesso à internet em 2019.

“A falta de acesso à Internet e o uso exclusivamente por celular, especialmente nas classes DE, evidenciam as desigualdades digitais presentes no país, e apresentam desafios relevantes para a efetividade das políticas públicas de enfrentamento da pandemia. A população infantil em idade escolar nas famílias vulneráveis e sem acesso à Internet também é muito afetada neste período de isolamento social. A pandemia revela de forma clara as desigualdades no Brasil”, destacou Alexandre Barbosa, gerente do Cetic.br.

Internet na vida do brasileiro

O número menos surpreendente da pesquisa é a proporção de brasileiros que usam a internet como meio de comunicação. 92% dos usuários da internet no país usam a rede para mensagens instantâneas (leia-se WhatsApp), com as redes sociais (76%) e chamadas de vídeo ou voz (73%) na sequência.

O “ranking” de usos da rede no Brasil é formado ainda por busca de produtos e serviços (59%), pesquisas ligadas à saúde (47%), pesquisas e atividades escolares (41%), compras online (39%) e trabalho pela internet (33%).

O consumo de cultura foi analisado separadamente na pesquisa do Cetic.br, que encontrou um forte crescimento do setor de streaming no país. Assistir a vídeos e ouvir música são atividades feitas pela maioria dos brasileiros na rede, com 74% e 72% dos usuários, respectivamente.

Até mesmo os podcasts registraram aumento na pesquisa, alcançando 13% dos internautas. O formato é mais popular entre a classe A, onde atinge 37% da população conectada, e entre os brasileiros com ensino superior (26%).

A 15ª edição da TIC Domicílios entrevistou pessoas em 23.490 lares de todo o Brasil entre outubro de 2019 e março de 2020. A pesquisa completa pode ser consultada no site do Cetic.br, com opção para baixar as tabelas e bases de microdados. Os dados foram apresentados em uma transmissão ao vivo no YouTube, que pode ser revista abaixo:

Fonte: Canaltech