Mercado abrirá em 1 h 12 min
  • BOVESPA

    110.188,57
    +787,16 (+0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.020,65
    +221,19 (+0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,60
    -0,65 (-0,88%)
     
  • OURO

    1.784,60
    +2,20 (+0,12%)
     
  • BTC-USD

    16.815,38
    -156,79 (-0,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    394,55
    -7,25 (-1,81%)
     
  • S&P500

    3.941,26
    -57,58 (-1,44%)
     
  • DOW JONES

    33.596,34
    -350,76 (-1,03%)
     
  • FTSE

    7.504,48
    -16,91 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    18.814,82
    -626,36 (-3,22%)
     
  • NIKKEI

    27.686,40
    -199,47 (-0,72%)
     
  • NASDAQ

    11.524,50
    -41,50 (-0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4730
    -0,0057 (-0,10%)
     

Internet 5G: Vou precisar trocar de celular?

O sinal 5G puro chega ao Brasil nesta semana (Getty Image)
O sinal 5G puro chega ao Brasil nesta semana (Getty Image)
  • 5G: A partir desta quarta-feira (6), será possível usar o sinal;

  • Internet será mais rápida do que a geração anterior;

  • É necessário ter um dispositivo compatível para usar.

Cem vezes mais rápida do que o 4G, a quinta geração da internet chega nesta quarta-feira (6) ao Brasil. O início da rede 5G "pura" (chamada de standalone) acontecerá em Brasília.

A nova rede vai permitir velocidades a partir de 1 gigabit por segundo (Gbps), o equivalente a mil megabits (Mbps). A preciso lembrar que o 4G atingia, em média, 13 Mbps. Além de alta velocidade, a tecnologia também tem baixa latência, o que diminui a demora entre o envio e recebimento de informações.

O edital do leilão realizado no fim do ano passado estabelece que as empresas que arremataram as novas frequências devem oferecer o sinal "puro" até setembro deste ano. Essa versão é conhecida como "pura" por usar uma infraestrutura totalmente dedicada ao 5G, ao invés de aproveitar a estrutura usada pelo 4G. Isso porque o 5G “impuro” não é tão veloz.

Por uma estratégia de marketing, as empresas estão classificando o 5G "puro" como "5G mais". Antes do lançamento oficial da rede, algumas corporações já faziam propagandas do 5G utilizando as antenas do 4G.

Para utilizar a rede 5G pura, é necessário ter um smartphone habilitado para operar com as novas frequências de internet. Atualmente, pouco mais de 50 modelos de smartphones têm a tecnologia compatível para aproveitar integralmente a rede.

Esses dispositivos são os mais caros do mercado, como os iPhones 12 e 13, além dos modelos da Samsung como o S22 e os dobráveis.

Como essa tecnologia oferecerá um serviço melhor, é esperado que os planos sejam mais caros do que os já existentes no mercado. No entanto, as companhias ainda não divulgaram uma estimativa dos preços que serão praticados para oferecer uma internet melhor e mais rápida.