Mercado abrirá em 5 hs

Internautas fazem denúncias e afirmam: ‘Black Fraude’ está de volta


A Black Friday nas lojas online começa apenas na madrugada desta quinta-feira (28). No entanto, inúmeros internautas já estão reclamando do evento. Maria Conceição Santos fez uma queixa no Reclame Aqui sobre o aumento de preços antes do evento.

Leia também
Walmart quer faturar R$ 100 mi com Black Friday
Empresas oferecem descontos de até R$ 770 mil em imóveis esta semana




Em seu Facebook, Maria Conceição afirma: “A maquiagem já começou. Passei esta semana avaliando preços de geladeira e máquina de lavar pratos. O Ponto Frio tinha a geladeira da Brastemp em promoção no valor de R$ 2014, no dia seguinte aumentou para R$ 2141 e hoje estava acima de R$ 2200. Minha pergunta para essas lojas é: qual é o verdadeiro Black Friday? Se querem copiar Estados Unidos, o façam verdadeiramente e não com maquiagem.”

Outro consumidor, Carlos França Leão, também fez uma reclamação sobre o preço de um celular: “Estou acompanhando o valor do Motorola Moto G Colors de 16GB, pois estou na expectativa que o mesmo caia de preço na Black Friday! Percebi que o site Submarino já aumentou o preço do mesmo, que era de R$ 703,12, para R$ 899. O Walmart também alterou de R$ 703,12 para R$ 799 e as Lojas Americanas, de R$ 703,12 para R$ 759,05. Está é o preço à vista hoje pago no boleto”

Martha Furtado Kanagusko fez um post com grande repercussão nas redes socias. Ela verificou por três dias o preço de um celular nos dias 26,27 e 28. “Olha o absurdo: estou monitorando o preço de um celular no Submarino que quero comprar, mas vou esperar até sexta-feira pela ‘Black Friday’ pra ver se tem algum desconto. Ontem o celular Motorola Razr HD estava R$ 879 à vista no site Submarino e hoje de manhã qual não é minha surpresa o mesmo celular está por R$ 1275 à vista!!!”

Segundo a internauta, a loja entrou em contato na tentativa de explicar o alto preço. “A ouvidoria do Submarino entrou em contato comigo alegando que o produto no qual dei print não vai entrar na Black Friday e que eles negociam descontos com o fabricante dos produtos e por isso o preço oscila. Até ai ok, mas então por que o ‘preço real’ do produto mudou também? No primeiro print estava ‘De R$ 998 por xxx’ e no segundo print está ‘De R$ 1699 por xxx’. Entendo descontos oscilarem por dia, mas quer dizer que o valor do produto altera dependendo do dia também?”, pergunta a consumidora