Mercado abrirá em 7 h 27 min

Internada para tratar covid-19, presidente do TST recebe alta

Luísa Martins e Isadora Peron
·1 minuto de leitura

Maria Cristina Peduzzi foi contaminada após comparecer à cerimônia de posse do ministro Luiz Fux como presidente do Supremo Depois de 16 dias internada com covid-19 no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, a presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministra Maria Cristina Peduzzi, teve alta hospitalar. Ela já retornou a Brasília e reassume o cargo a partir deste sábado. "A presidente do Tribunal registra os mais devidos agradecimentos aos profissionais de saúde e a toda a equipe do hospital", diz a nota divulgada pela Corte trabalhista. Maria Cristina expressou "gratidão pela excelência, dedicação e carinho" da equipe médica e agradeceu aos colegas e amigos pelas orações em nome de sua recuperação. Peduzzi foi contaminada após comparecer à cerimônia de posse do ministro Luiz Fux como presidente do Supremo. Segundo informações do TST, ela estava em isolamento social desde março, mas abriu uma exceção para comparecer à solenidade. Na maior parte do tempo, encontrou-se em estado estável, com uso de catéter nasal de oxigênio e medicamentos venosos, sendo acompanhada pelos médicos Roberto Kalil, David Uip e Carlos Carvalho. Cristina Peduzzi, presidente do TST Andre Coelho/Valor