Mercado abrirá em 1 h 9 min
  • BOVESPA

    110.132,53
    +346,23 (+0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.200,59
    -535,89 (-1,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,11
    -0,60 (-1,31%)
     
  • OURO

    1.817,90
    +6,70 (+0,37%)
     
  • BTC-USD

    17.238,65
    -740,53 (-4,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    335,78
    -34,73 (-9,37%)
     
  • S&P500

    3.629,65
    -5,76 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    29.872,47
    -173,77 (-0,58%)
     
  • FTSE

    6.350,63
    -40,46 (-0,63%)
     
  • HANG SENG

    26.819,45
    +149,70 (+0,56%)
     
  • NIKKEI

    26.537,31
    +240,45 (+0,91%)
     
  • NASDAQ

    12.191,00
    +38,75 (+0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3379
    +0,0002 (+0,00%)
     

Covid-19: Internações sobem 18% em SP e governo suspende avanços à fase verde

·1 minuto de leitura
Foto: AP Photo/Andre Penner
Foto: AP Photo/Andre Penner

A média de internações de pacientes com Covid-19 no estado de São Paulo registrou aumento de 18% na última semana. Em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (16), representantes do centro de contingência do coronavírus informaram ainda que novos avanços de regiões para a fase verde foram adiadas para o próximo dia 30.

Segundo dados do Censo Covid, compilados pelo governo de SP, foram registradas em média 1.009 internações em hospitais públicos, privados e filantrópicos do estado na última semana. No período anterior, essa média foi de 859 hospitalizações em razão da Covid-19.

Leia também

Segundo o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, por precaução e responsabilidade o governo resolveu adiar a atualização do Plano São Paulo, prevista para esta segunda, em 15 dias.

O secretário explicou que os números atuais permitem passar 90% das regiões do estado para a fase verde do plano, mas, como o sistema que compila os dados de Covid-19 do Ministério da Saúde só estará normalizado hoje, o comitê prefere aguardar mais duas semanas para avaliar com mais precisão essas informações.

Na semana passada, o estado de São Paulo ficou cinco dias sem divulgar boletins com números de casos e óbitos por novo coronavírus em razão de problemas no sistema do ministério.

Gorinchteyn ainda afirmou que se houver aumento de casos e óbitos "seguramente medidas mais austeras e restritivas serão adotadas" a fim de garantir vidas.

Além do secretário, o governador João Doria (PSDB) e os demais membros do comitê reforçaram que a população não deixe de lado o uso da máscara e as medidas de distanciamento social, além de evitar aglomerações.

***Por Aline Mazzo, da Folhapress