Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.319,62
    -421,52 (-1,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Inteligência de dados indica duelo de ataques na final da Copa do Nordeste

·2 minuto de leitura


Um jogo intenso, com as duas equipes buscando o gol e, ao que tudo indica, com bolas na rede. Assim é a promessa da grande decisão da Copa do Nordeste, entre Ceará X Bahia. Pelo menos é o que aponta o levantamento feito pela xG Football Intelligence, sportech de inteligência de dados no futebol.

+ Final da Champions com torcida? Veja como anda a liberação de público pelo mundo

Nas últimas 10 partidas de ambas as equipes, envolvendo a própria “Lampions League”, os respectivos estaduais e a Copa Sul-americana, tanto os baianos como os cearenses criaram muitas chances de gol, com bom número de acertos, e finalizaram uma média de 6 vezes por jogo na direção da meta adversária.

O xG (expectativa de uma finalização se transformar em bola na rede) do Ceará, mandante da final, foi, na média, de 1,5. Índice idêntico ao do Bahia. Isto é, cada time tem a expectativa de marcar pelo menos uma vez por partida. Já o xG Concedido – o quanto a equipe permite que os adversários finalizem contra suas traves - foi de 0,8 para o Vozão e 1,1 para o Tricolor.

Ou seja, o Bahia terá que correr muito para furar a defesa cearense, pois está em desvantagem na decisão – 1 X 0 para o Ceará no primeiro jogo. Um caminho pode ser o lado direito do ataque, posição que o bicampeão brasileiro mais utilizou nas últimas 10 partidas. Por outro lado, o atual campeão da Copa do Nordeste tem um alto índice de sucesso em suas ações dentro de campo: 80%.

A ferramenta indica, portanto, que será um duelo aberto, com os times pressionando no campo ofensivo, e com pouco espaço para erros. Caso seja necessária a disputa de pênaltis, ambos perderam duas cobranças no período verificado. O Bahia tem 67% de sucesso neste quesito, ante 50% do Ceará.

O vencedor se sobressairá nos detalhes. A Copa do Nordeste conhecerá seu campeão, na reedição da final do ano passado, neste sábado (8), às 16h no Castelão, em Fortaleza.