Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.095,53
    +537,86 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.056,27
    +137,99 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,66
    +0,61 (+0,85%)
     
  • OURO

    1.783,70
    -1,00 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    50.645,25
    +181,25 (+0,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.320,56
    +15,44 (+1,18%)
     
  • S&P500

    4.701,21
    +14,46 (+0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.754,75
    +35,32 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.337,05
    -2,85 (-0,04%)
     
  • HANG SENG

    23.996,87
    +13,21 (+0,06%)
     
  • NIKKEI

    28.860,62
    +405,02 (+1,42%)
     
  • NASDAQ

    16.379,75
    +61,75 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2756
    -0,0641 (-1,01%)
     

Inteligência artificial projeta anticorpo sintético que neutraliza o coronavírus

·2 min de leitura

Na busca por soluções contra a covid-19, a empresa de biotecnologia chinesa Huashen Zhiyao desenvolveu um anticorpo sintético, utilizando Inteligência Artificial. A ideia é que essas proteínas possam ser usadas em pacientes contaminados pelo coronavírus SARS-CoV-2.

Com a nova plataforma de tecnologia, chamada de Helixon Design, os cientistas conseguiram otimizar a ação de anticorpos contra a doença. Isso porque plataforma projetou uma estrutura considerada ideal para que os anticorpos possam se encaixar no coronavírus e, em seguida, desativá-lo ali mesmo, no organismo.

Empresa de biotecnologia chinesa anuncia o desenvolvimento de anticorpos contra a covid-19 (Imagem: Reprodução/Swiftsciencewriting/Pixabay)
Empresa de biotecnologia chinesa anuncia o desenvolvimento de anticorpos contra a covid-19 (Imagem: Reprodução/Swiftsciencewriting/Pixabay)

Anticorpos versus coronavírus

Segundo o Instituto de Indústria Inteligente da Universidade de Tsinghua, os pesquisadores demonstraram que o anticorpo recém-projetado é eficaz contra a cepa original do coronavírus — a que foi descoberta em Wuhan, na China, no final de 2019 — e as cepas mutantes, como Alfa (B.1.1.7), Beta (B.1.351), Gama (P.1) e Delta ( B.1.671.2).

Vale lembrar que a Organização Mundial da Saúde (OMS) considera que as quatro são variantes de preocupação (VOC, na sigla em inglês). Em comum, elas apresentam algum risco para a saúde pública global e se enquadram em pelo menos uma das seguintes questões: aumento da transmissibilidade; aumento da virulência ou mudança na apresentação clínica da doença; diminuição da eficácia das medidas sociais e de saúde pública adotadas, como vacinas e terapias.

Segundo os responsáveis pelo desenvolvimento da terapia, a plataforma também poderá ser aplicada no aperfeiçoamento de anticorpos contra outras doenças já existentes e também deve abrir caminho para o desenvolvimento de uma nova geração de remédios.

Além da empresa Huashen Zhiyao, o desenvolvimento do anticorpo sintético contra a covid-19 contou com a participação do Instituto de Pesquisa da Indústria Inteligente da Universidade de Tsinghua (AIR) e da Escola de Medicina da Universidade de Tsinghua.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos