Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -634,97 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,16 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,94
    +0,03 (+0,04%)
     
  • OURO

    1.877,00
    -2,60 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    38.842,95
    +2.989,74 (+8,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,40 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,87 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    14.013,00
    +18,75 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1930
    +0,0004 (+0,01%)
     

Inteligência artificial projeta animação cantando rap

·1 minuto de leitura
Inteligência artificial projeta animação cantando rap
Inteligência artificial projeta animação cantando rap

A tecnologia avança conforme os anos e trás consigo debates sobre valor. Assim como diversos filmes de ação, seria a tecnologia algo que pode ser considerado inerentemente bom ou inerentemente mau? O tema divide opiniões e um vídeo de animação com inteligência artificial fazendo rap usando vozes sintetizadas e de maneira inusitada repercutiu bastante.

O vídeo é um trabalho da Replica – uma startup de inteligência artificial – que realiza conteúdos interessantes com fala sintética. A empresa contou que um funcionário descobriu como capturar áudio ao vivo de si mesmo fazendo rap e transferir “o tempo, a cadência e a energia de sua apresentação para uma de nossas vozes de inteligência artificial”.

Além disso, adicionou um pouco de animação 3D, renderização e pronto, este vídeo é o resultado. O recurso é uma integração a ser anunciada na GDC em julho deste ano, entre as ferramentas de síntese de voz. Assim, qualquer pessoa será capaz de “criar diálogos com sincronização labial para jogos e filmes, e até mesmo rap”, de acordo com a Replica.

Leia mais:

Fonte: The Verge

Inteligência artificial aperfeiçoa escrita e pode guinar a desinformação

A inteligência artificial é um avanço da tecnologia que inova diversas tarefas rotineiras. Cada vez mais lapidada, a ferramenta já é capaz de gerar um texto coerente, levantando também a questão de que pode ser usada como uma fonte de desinformação e mais notícias falsas.

Uma equipe de especialistas em desinformação demonstrou como é poderoso o algoritmo, chamado GPT-3. Por mais que a inteligência artificial possa não ser compatível, os resultados sugerem que a tecnologia pode amplificar algumas formas de enganar as pessoas.

Para saber mais, acesse a reportagem no Olhar Digital.

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!