Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.672,76
    -3.755,42 (-3,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.402,73
    -283,30 (-0,54%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,01
    +0,57 (+0,69%)
     
  • OURO

    1.769,40
    +3,70 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    63.897,25
    +2.391,39 (+3,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.481,22
    +17,87 (+1,22%)
     
  • S&P500

    4.519,63
    +33,17 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    35.457,31
    +198,70 (+0,56%)
     
  • FTSE

    7.217,53
    +13,70 (+0,19%)
     
  • HANG SENG

    25.787,21
    +377,46 (+1,49%)
     
  • NIKKEI

    29.215,52
    +190,06 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.410,75
    +120,25 (+0,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4959
    +0,1044 (+1,63%)
     

Inteligência artificial consegue prever chuvas com precisão inédita

·2 minuto de leitura

A DeepMind criou uma inteligência artificial capaz de realizar a previsão do tempo com uma precisão impressionante. A empresa é especializada na construção de IAs focadas na resolução de problemas, mas agora decidiu abraçar de vez a meteorologia como um campo importante de atuação.

Para antever uma precipitação, a meteorologia usa satélites e um conjunto de informações, como direção e força dos ventos, para saber se uma massa de ar pode ou não se deslocar para a região. No caso da probabilidade de chuvas, as medições são feitas com até duas horas de antecedência para garantir a realização de eventos ao ar livre, aviação civil e ações emergenciais em caso de tempestades.

O modelo da DeepMind usa os últimos 20 minutos para projetar os próximos 90 (Imagem: Reprodução/DeepMind)
O modelo da DeepMind usa os últimos 20 minutos para projetar os próximos 90 (Imagem: Reprodução/DeepMind)

Os modelos atuais são eficazes para prever chuvas de baixa intensidade com precisão, mas sua utilidade operacional é limitada porque produzem imagens desfocadas em tempos de espera longos, o que resulta em desempenho reduzido em caso de chuva média ou forte. A tecnologia da DeepMind, contudo, possibilita uma previsão muito mais eficaz.

Com ajuda dos algoritmos de antecipação de precipitações, é possível realizar a medição a cada cinco minutos em um raio de 1 km graças à associação de dados coletados por radares de alta precisão. A IA consegue avisar até 90 minutos antes de uma chuva graças a uma modelagem generativa que observa os 20 minutos atuais e projeta o futuro.

Segundo os estudiosos, o sistema foi aprovado por mais de 50 meteorologistas especialistas do Reino Unido por sua precisão e utilidade, com um índice de acerto 89% superior aos outros métodos. Os resultados foram condensados em um artigo, escrito em colaboração com o Met Office, e publicado na revista científica Nature.

Utilização prática

A empresa afirma ter usado análises estatísticas, econômicas e cognitivas para criar a abordagem inédita de previsão de precipitações a partir de radares. Embora isso tenha sido algo notável, os pesquisadores admitem que ainda falta trabalho para melhorar a precisão das previsões de longo prazo e em eventos raros e intensos. "O trabalho futuro exigirá que desenvolvamos maneiras adicionais de avaliar o desempenho e nos especializemos ainda mais para aplicações específicas do mundo real", descreveram.

A DeepMind não planeja comercializar a tecnologia, e sim que esse passo deve ajudar outros pesquisadores a desenvolverem versões aprimoradas da inteligência artificial, com novos dados e métodos de verificação. O fato é que se trata de um belo exemplo no qual o aprendizado de máquina e os algoritmos ajudam a ciência ambiental a solucionar problemas, além de ajudar a antever eventos decorrentes das mudanças climáticas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos