Mercado fechará em 6 h 2 min
  • BOVESPA

    100.774,57
    -1.140,88 (-1,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.007,16
    +308,44 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,46
    -0,11 (-0,17%)
     
  • OURO

    1.781,40
    -2,90 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    56.593,61
    -523,38 (-0,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.443,68
    -25,40 (-1,73%)
     
  • S&P500

    4.513,04
    -53,96 (-1,18%)
     
  • DOW JONES

    34.022,04
    -461,68 (-1,34%)
     
  • FTSE

    7.089,73
    -78,95 (-1,10%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.813,25
    -56,50 (-0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4145
    -0,0323 (-0,50%)
     

Intel se une a Google Cloud para desenvolver nova classe de chip para data centers

·2 min de leitura

Por Stephen Nellis

SÃO FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) - Intel e Google Cloud anunciaram nesta quarta-feira que vão trabalhar juntas para criar uma nova categoria de chip que a Intel espera se tornar um produto popular no crescente mercado de computação em nuvem.

O novo chip, que se chama Mount Evans, será vendido para terceiros além do Google. Para provedores de data centers, tarefas como configurar as máquinas virtuais e colocar os dados do cliente no lugar certo são essencialmente despesas diretas. O chip Mount Evans, que Google e Intel apelidaram de "unidade de processamento de infraestrutura" (IPU), separa essas tarefas das principais etapas da computação e as acelera. Isso também ajuda a garantir a segurança dessas funções contra hackers e adiciona flexibilidade ao data center.

"Vemos isso como estrategicamente vital. É uma área extremamente importante para nós e para o data center", disse Nick McKeown, vice-presidente sênior do grupo de rede e computação edge da Intel, à Reuters.

A fabricante de chips não é a única empresa que fabrica chips de infraestrutura. Nvidia Corp e Marvell Technology têm ofertas semelhantes, mas ligeiramente diferentes.

Mas a Intel e o Google estão trabalhando juntos em um conjunto de ferramentas de software que será lançado gratuitamente na esperança de tornarem a versão do chip da Intel um padrão mais amplo da indústria, usado além dos data centers do Google.

Amin Vahdat, vice-presidente de engenharia do Google, disse que a empresa espera estimular uma tendência tecnológica que torne mais fácil para todos os operadores de data center serem mais flexíveis sobre como dividir seus servidores físicos em virtuais para se adequarem a qualquer tipo de computação.

"A questão básica sobre o que é um servidor vai além do que está dentro da caixa de metal. A IPU vai desempenhar um papel central lá", disse Vahdat à Reuters.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos