Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.829,73
    -891,85 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.335,51
    -713,54 (-1,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,43
    +0,29 (+0,38%)
     
  • OURO

    1.886,80
    +2,00 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    23.259,08
    +435,88 (+1,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    534,56
    +8,61 (+1,64%)
     
  • S&P500

    4.164,00
    +52,92 (+1,29%)
     
  • DOW JONES

    34.156,69
    +265,67 (+0,78%)
     
  • FTSE

    7.864,71
    +28,00 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    21.298,70
    +76,54 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    27.709,75
    +24,28 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    12.754,00
    -22,75 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5787
    +0,0016 (+0,03%)
     

Intel revela primeiros detalhes dos chips da 16ª geração Lunar Lake

Conforme relatado pelo engenheiro e criador de conteúdo Dr. Ian Cutress, a Intel divulgou as primeiras informações sobre a família de processadores Lunar Lake, atualmente esperada para se tornar a 16ª geração de CPUs da gigante. Terceira linha a adotar o design de chiplets da marca, os componentes devem marcar mais um ponto de mudança para a companhia, ao contar com uma arquitetura completamente redesenhada.

Os novos detalhes, que teriam sido anunciados pela vice-presidente e gerente geral da divisão de consumidores da Intel, Michelle Johnston Holthaus, revelam que a gigante implementará uma microarquitetura completamente nova, feita do zero, sem reaproveitar recursos de gerações anteriores. O foco seria turbinar a relação de performance por Watt dos componentes, com laptops e tablets em mente. A executiva confirmou ainda que mais informações serão divulgadas no próximo dia 26, quando a empresa anunciará o balanço financeiro do 4ª trimestre de 2022.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Com essas informações em mente, é preciso reforçar alguns pontos: primeiramente, não há confirmação de que a família Lunar Lake pertencerá à 16ª geração. Mudanças de planos podem ocorrer no caminho, e há chances de que a linha seja a 17ª ou mesmo 18ª geração, em virtude de possíveis atualizações de séries anteriores — caso da própria 13ª geração Raptor Lake lançada há poucas semanas, especulada para receber um refresh no final de 2023.

O segundo ponto é que também há chances da família Lunar Lake ser destinada apenas a notebooks, como aconteceu com a 11ª geração Tiger Lake. Seja por dificuldades em escalonar o hardware, ou mesmo pela proposta mais focada em eficiência energética, a Intel pode direcionar essas CPUs apenas para o segmento mobile. Dito isso, nada impede os chips de eventualmente chegarem aos desktops: a família Meteor Lake, com estreia prevista para este ano, tem foco na eficiência e também será trazida aos PCs de mesa.

Intel Lunar Lake habilitará "ultrafinos inovadores"

Complementando os dados obtidos por Cutress, o leaker @harukaze5719, com bom histórico de vazamentos, divulgou o que seria o convite completo da Intel para o dia 26. De acordo com o texto, a linha Lunar Lake entrará em fase de produção em massa em algum momento de 2024, trazendo novas CPU, GPU e VPU — a Unidade de Processamento Visual, dedicada à Inteligência Artificial, trazida no início deste mês aos notebooks com a 13ª geração Raptor Lake —, todas focadas na eficiência.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O aspecto mais interessente é que a gigante estaria trabalhando de perto com "parceiros de sistemas operacionais", com possível destaque para a Microsoft e o Windows, de modo a possibilitar "bateria para o dia inteiro sem sacrificar performance". Todos esses avanços estariam permitindo às fabricantes de dispositivos "criar sistemas ultrafinos e leves inovadores para atender aos usuários móveis que valorizam responsividade e produtividade". Neste ponto, a Intel pode estar sugerindo que ultrabooks compactos atingiram um novo patamar de desempenho.

Reunindo informações já divulgadas pela marca em eventos passados, os processadores Intel Lunar Lake manterão o design de chiplets que estreará na 14ª geração Meteor Lake, mas trazendo novas tecnologias, como uma versão mais avançada do empilhamento 3D de chips Intel Foveros, e processos de fabricação inéditos da Intel (o Intel 18A) e da própria TSMC, responsável pela GPU e alguns dos outros aceleradores inclusos.

Mesclando litografia Intel 18A e soluções da TSMC, a família Intel Lunar Lake está prevista para 2024, e receberá novidades no próximo dia 26 (Imagem: Intel)
Mesclando litografia Intel 18A e soluções da TSMC, a família Intel Lunar Lake está prevista para 2024, e receberá novidades no próximo dia 26 (Imagem: Intel)

Informações mais detalhadas serão divulgadas na conferência a investidores de 26 de janeiro, em que os resultados financeiros do último trimestre de 2022 serão apresentados, marcada para ocorrer às 19h no horário de Brasília.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: