Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    44.898,73
    -2.385,90 (-5,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

Intel recupera da AMD fatia de mercado de CPUs pela primeira vez em 3 anos

Wagner Wakka
·2 minuto de leitura

Pela primeira vez em três anos, a Intel registrou crescimento trimestral em sua participação no mercado de CPUs frente a AMD. Os dados são da pesquisa de CPUs da Mercury Research, que acompanha as vendas do setor.

Segundo o relatório, a Intel ganhou espaço no mercado geral, perdendo fatia somente no setor de servidores e internet das coisas (IoT). Segundo o levantamento, agora a AMD detém 21,7% do total do mercado de processadores x86 (excluindo aqui componentes do tipo para smartphones e Chromebooks). Isso representa uma queda de 0,7% em relação ao trimestre passado, quando a companhia alcançou 22,4% de participação.

Entretanto, 2020 ainda foi um ano bom para a AMD. A empresa conseguiu abocanhar 6,2% de participação no mercado da Intel. No geral, o setor também teve um bom ano, com aumento de 20,1% em vendas no último trimestre.

<em>Arte: Wagner Wakka/Canaltech Dados: Mercury Research</em>
Arte: Wagner Wakka/Canaltech Dados: Mercury Research
<em>Arte: Wagner Wakka/Canaltech Dados: Mercury Research</em>
Arte: Wagner Wakka/Canaltech Dados: Mercury Research
<em>Arte: Wagner Wakka/Canaltech Dados: Mercury Research</em>
Arte: Wagner Wakka/Canaltech Dados: Mercury Research
<em>Arte: Wagner Wakka/Canaltech Dados: Mercury Research</em>
Arte: Wagner Wakka/Canaltech Dados: Mercury Research

Desktops

No setor de CPUs para PC, a Intel conseguiu aumentar sua participação em 0,8%, chegando a dominar 80,7% do mercado. Entretanto, no comparativo anual, a AMD conseguiu avançar 1% sobre a rival, num movimento que foi visto no primeiro, segundo e terceiro trimestre do ano, mas que não se repetiu no quarto.

Um motivo para esta mudança no final de 2020 pode ser as dificuldades da AMD em manter seus produtos no mercado. Segundo os analistas da Mercury Research, a Intel conseguiu manter seus modelos i3 e i5 em estoque, o que gerou aumento de compras.

Notebooks

O mercado mobile também foi um dos pontos de maior avanço da AMD no ano. A empresa registrou crescimento de 5,5% no comparativo anual, mas perdeu espaço também neste setor no último trimestre. No Q3 de 2020, a AMD detinha 20,2% das vendas de CPUs x86 para notebooks. No último trimestre, contudo, houve queda de 1,2%, para 19%.

A Mercury Research pontua que o setor cresceu muito na sua totalidade no final de 2020, com aumento de 60% nas vendas, muito também por conta do crescimento da oferta de chips da Intel, que conseguiu organizar seus estoques no setor.

Servidores

O braço de componentes para servidores, infraestrutura de cloud e IoT foi mais favorável à AMD neste fim de ano. O setor foi o único que a Intel não conseguiu recuperar no último trimestre.

Atualmente, a AMD conta com apenas 7,1% da fatia de mercado, com crescimento de 0,5% no trimestre e 2,6% no comparativo anual. Um dos motivos deste avanço estaria no lançamento do EPYC Milan da AMD.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: