Mercado abrirá em 4 h 24 min
  • BOVESPA

    108.941,68
    -160,32 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.599,38
    -909,02 (-1,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,66
    +0,52 (+0,61%)
     
  • OURO

    1.837,80
    +6,00 (+0,33%)
     
  • BTC-USD

    35.257,07
    -383,41 (-1,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    812,38
    +569,70 (+234,76%)
     
  • S&P500

    4.397,94
    -84,79 (-1,89%)
     
  • DOW JONES

    34.265,37
    -450,03 (-1,30%)
     
  • FTSE

    7.494,13
    -90,88 (-1,20%)
     
  • HANG SENG

    24.630,61
    -334,94 (-1,34%)
     
  • NIKKEI

    27.588,37
    +66,11 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    14.501,00
    +74,50 (+0,52%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1755
    -0,0145 (-0,23%)
     

Intel e Geely querem fazer carro autônomo popular e já tem data para lançamento

·1 min de leitura

Os carros autônomos devem ser, essencialmente, veículos operados por empresas e para uso comercial, como transporte de carga e passageiros. Entretanto, algumas empresas pensam diferente e querem que o consumidor final tenha seu próprio automóvel "vivo", casos de Intel e Geely, que unem forças em um projeto que pode revolucionar o mercado.

A ideia é que a chinesa Geely aloque sua empresa de carros elétricos, a Zeekr, para trabalhar juntamente com a Mobileye, braço da Intel especializado em veículos autônomos, de modo a desenvolver um automóvel autônomo que as pessoas possam manter em casa a um preço considerado acessível.

Esse carro teria nível 4 de direção autônoma, ou seja, poderia operar sem qualquer intervenção humana desde que dentro de uma área delimitada, como uma cidade ou país inteiro, mas rotas preestabelecidas. Para tal, o veículo seria equipado com o que há de melhor na Mobileye para condução automatizada e mapas.

A tecnologia autônoma da Mobileye já está presente em testes na Alemanha (Imagem: Divulgação/Intel)
A tecnologia autônoma da Mobileye já está presente em testes na Alemanha (Imagem: Divulgação/Intel)

Segundo o pessoal do The Verge, o veículo seria construído com base na SEA, plataforma de código aberto da Geely que inclui sistemas para frenagem, direção e potência. Já do lado da Mobileye, a contribuição em termos de hardware e software teria como destaque o Road Experience Management, mapa 3D atualizado em tempo real.

A Mobileye, que tem sede em Israel, também planeja aumentar sua presença na China, contratando mais funcionários e construindo um data center.

Quando será lançado?

A expectativa da Geely e da Intel é de que o primeiro carro fruto da parceria seja lançado na China em 2024 e nos demais anos em outros mercados.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos