Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.090,72
    -496,14 (-0,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Intel Core i7 12700 vaza em novo teste com desempenho próximo ao Ryzen 9 5900X

·3 min de leitura

Ainda sem informações oficiais, a série Alder Lake-S de processadores de 12ª geração da Intel tem sido o centro das atenções nos mais recentes vazamentos relacionados à empresa. Como de costume, essas soluções visam ser opções mais acessíveis da série K com clocks mais baixos e a remoção do desbloqueio de overclock, sem perdas significativas de desempenho.

Após ter as especificações vazadas, o Core i7 12700 surge no banco de dados do Geekbench 5, mostrando ter quase o mesmo poder de fogo do Core i7 12700K, e consequentemente do Ryzen 9 5900X, o que pode fazer da novidade uma oferta extremamente atraente pelo preço certo.

Core i7 12700 deve entregar desempenho de Ryzen 9 5900X

Encontrado pelo leaker TUM_APISAK, o resultado foi obtido por uma máquina equipada com placa-mãe ASRock Z690 Taichi e 32 GB de RAM DDR5, além do Core i7 12700. Ao que se sabe, o chip deve ter os mesmos 12 núcleos e 20 threads da variante K, com 8 P-Cores de alto desempenho e 4 E-Cores de baixo consumo rodando a até 4,9 GHz, consumo base de 65 W e TDP máximo de 150 W, para cargas de trabalho mais pesadas.

O novo Core i7 foi encontrado rodando em uma Z690 Taichi da ASRock, com 32 GB de RAM DDR5 (Imagem: Reprodução/WCCFTech)
O novo Core i7 foi encontrado rodando em uma Z690 Taichi da ASRock, com 32 GB de RAM DDR5 (Imagem: Reprodução/WCCFTech)

Nessas condições, o componente atingiu os 1.768 pontos em single-core e os 13.843 pontos em multi-core, arrasando o antecessor e os concorrentes. O novo Core i7 mostra-se 10% superior em single-core e nada menos que 57% mais potente em multi-core que o Core i7 11700, que marca, respectivamente, 1.633 e 8.818 pontos.

A CPU se destaca ainda mais por ser competitivo em comparação ao Ryzen 9 5900X, flagship premium vendido a preços significativamente mais altos que o próprio Core i7 12700K. A solução da AMD oferece 1.672 pontos em single-core e 14.142 pontos em multi-core, o que o faz 5% mais lento que o Core i7 12700 em teste com um núcleo e apenas 2% mais poderoso que o futuro chip da Intel com todos os núcleos em uso.

Comparando o resultado vazado com números oficias de outros modelos, o Core i7 12700 oferece desempenho basicamente idêntico ao Ryzen 9 5900X (Imagem: WCCFTech)
Comparando o resultado vazado com números oficias de outros modelos, o Core i7 12700 oferece desempenho basicamente idêntico ao Ryzen 9 5900X (Imagem: WCCFTech)

Especula-se que o Core i7 12700 deve seguir um caminho parecido ao Core i7 11700 em preço, anunciado por US$ 70 a menos que o Core i7 11700K. Caso isso se cumpra, o novo topo de linha da família Alder Lake pode custar algo próximo dos US$ 350 e assim assumir o posto de um dos melhores custo-benefício do mercado, especialmente em comparação aos concorrentes da família Ryzen.

Chip deve estrear junto ao restante da linha Alder Lake em janeiro

Segundo os rumores, o Core i7 12700 e o restante da família Alder Lake-S devem chegar ao mercado no início de 2022, possivelmente durante a CES 2022. A Intel também deve aproveitar a ocasião para revelar os primeiros modelos da 12ª geração para laptops, além das aguardadas placas-mãe das famílias H600 e B600, focadas no baixo custo.

Junto às placas-mãe mais acessíveis, que podem perder alguns dos recursos para manter o preço baixo, a Intel deve anunciar em janeiro os chips Alder Lake-S e os modelos para notebooks (Imagem: Divulgação/Intel)
Junto às placas-mãe mais acessíveis, que podem perder alguns dos recursos para manter o preço baixo, a Intel deve anunciar em janeiro os chips Alder Lake-S e os modelos para notebooks (Imagem: Divulgação/Intel)

Espera-se ainda que, para poder tornar essas placas acessíveis, a Intel teria removido alguns dos recursos presentes na série premium Z690. Além da provável limitação nas memórias, havendo apenas modelos compatíveis com o padrão DDR4, há a possibilidade de ao menos algumas das variantes abandonarem o suporte ao barramento PCI-E 5.0, que encarecem o custo de produção e, consequentemente, o preço.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos