Mercado fechará em 5 h 52 min
  • BOVESPA

    112.396,03
    -1.398,25 (-1,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.919,54
    -272,79 (-0,52%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,53
    -1,08 (-1,49%)
     
  • OURO

    1.751,20
    -5,50 (-0,31%)
     
  • BTC-USD

    47.378,82
    -241,48 (-0,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.204,79
    -20,74 (-1,69%)
     
  • S&P500

    4.449,59
    -24,16 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.625,75
    -125,57 (-0,36%)
     
  • FTSE

    7.018,96
    -8,52 (-0,12%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2772
    +0,0924 (+1,49%)
     

Intel Core i7 12700 mostra desempenho similar ao Ryzen 7 5800X em primeiro teste

·3 minuto de leitura

Após diversos teasers e vazamentos, a Intel apresentou na semana passada todos os detalhes da 12ª geração Alder Lake de processadores. A nova família promete elevar o patamar de desempenho de CPUs para desktop com uma abordagem híbrida, trazendo núcleos de alto desempenho e núcleos de baixo consumo, de maneira similar a plataformas para smartphones.

Os testes vazados das variantes K da linha, compatíveis com overclocking, indicaram que os chips Alder Lake devem tornar a vida dos rivais Ryzen 5000 bastante difícil, abrindo vantagens de cerca de 60%. Agora, pela primeira vez, surgem resultados de uma das variantes padrão, sem o K e o suporte a overclocking. Os números não impressionam em um primeiro momento, mas há bastante a se discutir.

Core i7 12700 empata com Ryzen 7 5800X em primeiro benchmark

Os resultados datam desta terça-feira (24) e foram encontrados no banco de dados do benchmark Geekbench 5, em uma máquina equipada com o Core i7 12700, acompanhado de 32 GB de RAM e Windows 10 Pro. A CPU conseguiu atingir 1.595 pontos em single-core e 10.170 pontos em multi-core, sendo 5% e 10% mais lento, respectivamente, que o Ryzen 7 5800X e o Core i7 11700K.

Ainda assim, os números são cerca de 15% maiores que o antecessor do modelo, o Core i7 11700, e há algumas inconsistências que devem ser levadas em consideração. Em primeiro lugar, o Core i7 12700 é registrado como um chip com 8 núcleos e 16 threads, sendo que, na verdade, a solução deve trazer 8 núcleos P-Core de alto desempenho e 4 núcleos E-Core de baixo consumo.

É provável que o Geekbench não tenha reconhecido os núcleos E-Core do processador, o que afetaria o desempenho e indicaria se tratar de um Engineering Sample (ES), uma unidade de testes ainda em estágio inicial de desenvolvimento. Assim sendo, podemos esperar resultados significativamente melhores conforme otimizações forem sendo feitas nos benchmarks e no próprio chip.

Dito isso, caso este realmente seja um modelo ES, os registros se tornam mais interessantes — se ainda sem contar com otimizações o Core i7 12700 empata com o Ryzen 7 5800X, podemos esperar que futuros ajustes o coloquem à frente do concorrente da AMD.

Família Alder Lake é primeira com Intel 7 e design híbrido

Reunindo os detalhes oficiais recém-divulgados pela Intel com os rumores e vazamentos, a 12ª geração Alder Lake chega ainda neste ano com dois novos núcleos: os Golden Cove, de alto desempenho, e os Gracemont, de baixo consumo. A linha estreará a abordagem híbrida em desktops, empregando um conjunto de Performance Cores, ou P-Cores, junto a um conjunto de Efficient Cores, ou E-Cores.

Os processadores Alder Lake adotarão design híbrido, com até 8 P-Cores e 8 E-Cores, novas microarquiteturas, maior cache e mais (Imagem: Reprodução/Intel)
Os processadores Alder Lake adotarão design híbrido, com até 8 P-Cores e 8 E-Cores, novas microarquiteturas, maior cache e mais (Imagem: Reprodução/Intel)

Além disso, essa será a primeira família a empregar a litografia de 10 nm Enchanced SuperFin, agora conhecida como Intel 7, em todas as plataformas em que será lançada. Para efeito de comparação, a 11ª geração foi dividida entre os chips Tiger Lake, de 10 nm, e os Rocket Lake, de 14 nm. Essas e outras mudanças prometem saltos substanciais de desempenho, além de um aumento significativo em eficiência energética.

Até o momento, já foram encontrados testes do Core i9 12900K (8 P-Cores + 8 E-Cores), Core i7 12700K (8 P-Cores + 4 E-Cores) e do Core i5 12600K (6 P-Cores + 4 E-Cores), com todos superando seus concorrentes diretos no portfólio da AMD por uma margem elevadíssima, de 60% em média.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos