Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    36.254,75
    -543,56 (-1,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Intel Core i7 1195G7 surge no Geekbench superando CPUs de desktop em single-core

·2 minuto de leitura

A família de processadores Tiger Lake de 11ª geração para notebooks é um dos lançamentos que têm mantido a Intel relevante em um período em que a AMD começa a assumir a liderança do mercado, graças aos chips Ryzen 5000. Fabricados no processo de 10 nm da empresa, as soluções Tiger Lake trazem boa eficiência e por vezes surpreendem em termos de desempenho.

Esse é o caso do recém-anunciado Core i7 1195G7, solução mais poderosa da Intel voltada para ultrabooks. Ainda sem números oficias de desempenho divulgados, a novidade acaba de ser flagrada no banco de dados do programa de testes Geekbench, mostrando ser de fato uma opção bastante robusta para laptops mais finos.

Core i7 1195G7 supera o Ryzen 9 5950X em single-core

Os resultados foram encontrados pelo site Videocardz e mostram o i7 1195G7 marcando impressionantes 1.700 pontos nos testes single-core, em um único núcleo, e 6.008 pontos em multi-core, em todos os núcleos. Com esses números, especialmente em single-core, o novo chip supera com folga todas as outras soluções Tiger Lake da empresa, incluindo as variantes de 45 W de alto desempenho para laptops gamer.

O i7 1195G7 chega a bater 1.700 pontos em single-core, encostando em chips de desktop (Imagem: Reprodução/Videocardz)
O i7 1195G7 chega a bater 1.700 pontos em single-core, encostando em chips de desktop (Imagem: Reprodução/Videocardz)

Os resultados impressionam ainda mais quando comparados aos números atingidos por processadores de desktop da AMD e da própria Intel: o i7 1195G7 praticamente empata com soluções como o Ryzen 9 5950X, enquanto fica logo atrás de opções como o Core i9 11900KF.

No entanto, é importante levar em consideração que o desempenho irá variar substancialmente dependendo do sistema de refrigeração adotado pela fabricante do notebook. Aparentemente, o modelo em questão é um protótipo do CLEVO NV4XMJ, aparelho mais encorpado que outros ultrabooks. Ainda assim, o Core i7 1195G7 se mostra uma opção mais atraente que os irmãos 1165G7 e 1185G7 para apps profissionais.

Chip tem 4 núcleos e atinge os 5 GHz

O Intel Core i7 1195G7 foi anunciado na semana passada, durante conferência da Intel na Computex 2021. O novo processador chegou em uma configuração de 4 núcleos e 8 threads, com clock base de 2,9 GHz e clock turbo de 5 GHz em um único núcleo, o que ajuda a justificar os números respeitáveis nos testes encontrados nesta semana.

O Core i7 1195G7 promete ser o chip mais potente para notebooks ultrafinos do mercado (Imagem: Divulgação/Intel)
O Core i7 1195G7 promete ser o chip mais potente para notebooks ultrafinos do mercado (Imagem: Divulgação/Intel)

Os materiais de divulgação da companhia haviam prometido que o 1195G7 "ofuscaria o Ryzen 7 5800U", concorrente direto do modelo, e o vazamento praticamente confirma isso. No entanto, há uma diferença crucial entre os dois: enquanto o novo Core i7 opera entre 28 W e 35 W, a solução da AMD consome entre 15 W e 25 W, sendo mais eficiente e exigindo menos refrigeração, sem perder muito desempenho.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos