Mercado fechará em 3 h 39 min
  • BOVESPA

    121.391,16
    -2.185,41 (-1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.098,46
    -535,45 (-1,04%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,33
    -2,23 (-3,16%)
     
  • OURO

    1.813,10
    -1,00 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    39.384,76
    +1.255,04 (+3,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    974,11
    +47,35 (+5,11%)
     
  • S&P500

    4.407,22
    -15,93 (-0,36%)
     
  • DOW JONES

    34.832,20
    -284,20 (-0,81%)
     
  • FTSE

    7.123,86
    +18,14 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    26.426,55
    +231,73 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    27.584,08
    -57,75 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    15.057,25
    +11,00 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1885
    +0,0230 (+0,37%)
     

Intel confirma envio da GPU Xe-HPG DG2 a fabricantes; lançamento está próximo

·3 minuto de leitura

Em meio à escassez global de chips, a Intel se prepara para estrear no mercado de placas de vídeo mais potentes para encarar Nvidia e AMD. Para isso, a companhia trabalhará com a linha Xe-HPG, cuja primeira solução é identificada até o momento como DG2 (Discrete Graphics 2). A novidade já foi alvo de diversos vazamentos e protagonizou teasers oficiais, estando cada vez mais próxima do lançamento.

Nesta semana, uma série de novas informações surgiram, tanto oficialmente quanto através de vazamentos, entregando uma melhor noção do que podemos esperar para o anúncio e a estratégia da Intel nesse primeiro momento.

Xe-HPG DG2 já chegou às mãos de fabricantes

Nesta segunda (28) aconteceu o International Supercomputing (ISC) 2021, fórum em que grandes empresas de tecnologia demonstram algumas das novidades sendo preparadas para o mercado de computação de alta performance (HPC). A Intel estava entre as participantes, e apresentou informações sobre a próxima geração dos processadores Xeon para servidores, novas memórias Optane e alguns detalhes sobre as GPUs Xe.

O destaque, no entanto, vai para os chips gráficos da empresa — em um único slide, a fabricante trouxe atualizações sobre o estado de cada uma das arquiteturas especializadas. Através do material, a Intel confirmou que a Xe-HPG DG2 já está em estágio de sampling, isto é, está chegando às mãos de parceiras para que placas de vídeo possam ser de fato fabricadas.

Segundo a Intel, a DG2 está na etapa de sampling, estágio bastante avançado do desenvolvimento em que fabricantes já estão com o chip em mãos (Imagem: Reprodução/Intel)
Segundo a Intel, a DG2 está na etapa de sampling, estágio bastante avançado do desenvolvimento em que fabricantes já estão com o chip em mãos (Imagem: Reprodução/Intel)

Trata-se de uma etapa bastante avançada do desenvolvimento, que indica alguns pontos importantes: o chip gráfico está praticamente finalizado e estável o suficiente para que fabricantes possam começar a trabalhar em placas para consumidores, e não deve demorar muito agora para que a Intel enfim formalize sua primeira GPU dedicada para games.

Considerando o cronograma das rivais, é muito provável que a solução chegue às mãos dos usuários nos próximos seis meses. A companhia ainda não divulgou detalhes sobre prazos de lançamento, mas uma postagem recente sugere que isso deve mudar em breve.

Intel confirma que lançamento está próximo

Através do Twitter, a companhia solicitou que usuários que receberam o Odyssey Card, um brinde concedido a alguns consumidores durante a revelação das GPUs Xe, resgatem o código impresso no cartão em um link divulgado pela marca. Ao acessar o site, a Intel confirma que a família Xe HPG está prestes a ser lançada, ainda que não tenha revelado uma data específica.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A família Intel Xe HPG promete agitar o duopólio de gráficos regido por AMD e Nvidia, com uma linha que atende desde jogadores casuais a entusiastas. Resultados vazados recentes mostram que a configuração intermediária do chip, com 448 Unidades de Execução (EUs) atinge desempenho próximo à RTX 3070. Espera-se que a configuração máxima, com 512 EUs, supere a rival da Nvidia com folga.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos