Mercado abrirá em 2 h 5 min

Intel anuncia CPUs Rocket Lake-S de 11ª geração com nova arquitetura de núcleos

Sérgio Oliveira
·11 minuto de leitura

A Intel anunciou nesta terça-feira (16) sua nova família de CPUs Rocket Lake-S de 11ª geração para desktops. Depois de muitos rumores e vazamentos, a companhia confirmou a oferta de nada menos que 30 modelos para atender desde usuários básicos até gamers, profissionais e heavy users. Durante a apresentação, o que mais chamou a atenção foi como a companhia conseguiu, mais uma vez, tirar leite de pedra, mas sem apresentar "arranjos técnicos" como vimos durante a apresentação dos Comet Lake-S de 10ª geração.

Assim, em vez de manobras como mexer na espessura do die para dar conta da dissipação do calor e alcançar frequências elevadíssimas, desta vez a companhia mexeu no cerne de seus processadores e os apresentou com os novos núcleos Cypress Cove. Baseados na microarquitetura Sunny Cove de 10nm utilizada nos processadores mobile Ice Lake, os novos núcleos são capazes de entregar até 19% mais desempenho IPC apesar de terem sido empacotados em uma estrutura de 14nm. Graças a isso, a companhia pôde se dar ao luxo de reduzir a contagem de núcleos e threads, descendo dos 10C/20T do Core i9-10900K para 8C/16T no Core i9-11900K, o topo de linha desta nova geração.

A nova família de processadores Intel Core de 11ª geração
A nova família de processadores Intel Core de 11ª geração (Imagem: Reprodução/Intel)

Leia também: Análise | Core i9-10900K: o melhor da Intel às custas de muita energia

Mas não foi apenas o núcleo do processador que recebeu atenção especial nesta nova geração, não. Os gráficos integrados agora também contam com a nova arquitetura Xe Graphics, capaz de entregar até 50% mais desempenho gráfico em relação à Gen9; e pela primeira vez a Intel trouxe capacidades de inteligência artificial para os processadores da Série S com o Deep Learning Boost e suporte a VNNI. Com isso, os usuários poderão usufruir de conteúdo 4K sem travamentos, produtores de conteúdo conseguirão renderizar vídeos e editar imagens em altíssima resolução sem a necessidade de uma GPU externa e programas conseguirão executar cargas de trabalho que exigem instruções específicas para fins extremamente característicos, como remoção e desfoque de fundo, detecção de objetos em imagens, reconhecimento de fala e afins.

Mais melhorias, novo chipset e overclock de memória

Além das novas microarquiteturas empregadas nos novos Rocket Lake-S, a Intel empregou um conjunto de melhorias e recursos para entregar um pouco mais de desempenho nesta família.

Uma adição bem-vinda é o suporte à tecnologia Resizable BAR, que permite o processador enxergar toda a VRAM da GPU como um único bloco endereçável. Com isso, a CPU efetivamente deixa de acessar a memória da placa de vídeo em blocos de apenas 256 MB, reduzindo a latência de comunicação para incrementar o desempenho em alguns jogos. Vale lembrar que a funcionalidade já foi implementada pela AMD em seus processadores Ryzen 5000 pareados com GPUs Radeon RX 6000 — neste caso, a tecnologia foi batizada de Smart Access Memory.

Depois de enfrentar problemas e ter de desativar o padrão de comunicação PCI-Express 4.0 nos Comet Lake-S, a Intel finalmente conseguiu implementá-lo na 11ª geração. Ao todo, os processadores oferecerão suporte a até 20 linhas PCIe 4.0 de comunicação direta com placas de vídeo e slot M.2 NVMe, efetivamente dobrando a largura de banda em comparação a chipsets Serie 400 e inferiores. E aqui cabe um adendo importante.

Novos processadores são retrocompatíveis com placas-mãe com chipset Serie 400 e soquete LGA-1200, mas contam com recursos aguardados há bastante tempo, incluindo suporte a PCIe 4.0
Novos processadores são retrocompatíveis com placas-mãe com chipset Serie 400 e soquete LGA-1200, mas contam com recursos inéditos e alguns aguardados há bastante tempo, incluindo suporte a PCIe 4.0 (Imagem: Divulgação/Intel)

Em 2020, diversas fabricantes de placas-mãe lançaram modelos com chipset Intel Z490, que ofereciam suporte à PCIe 4.0. O problema é que, como o recurso foi desativado nas CPUs de 10ª geração, essas placas acabaram subutilizadas. Muito provavelmente pensando nisso, e para dar um alívio no bolso dos consumidores, a Intel optou por manter a compatibilidade dos Rocket Lake-S com o soquete LGA-1200. Ou seja: estes novos componentes são compatíveis com as placas-mãe da geração anterior.

Apesar disso, quem quiser tirar o máximo de proveito dos novos processadores terá de investir, sim, numa nova placa-mãe com chipset Serie 500. Esses modelos terão capacidades que não estão presentes nem mesmo nas placas topo de linha Z490 da 10ª geração. Isso inclui integração com o padrão USB 3.2 Gen 2x2, que oferece até 20 Gbps de velocidade de transferência — o dobro da geração anterior —; o dobro de largura de banda para comunicação entre processador e chipset graças à adição do suporte à DMI Gen 3.0 x8 e o recurso mais propagandeado durante toda a apresentação: suporte à overclocking de memória RAM em tempo real.

Novos chipsets Intel Series 500 serão a escolha de quem quiser tirar o máximo proveito possível dos novos processadores Intel Rocket Lake-S
Novos chipsets Intel Series 500 serão a escolha de quem quiser tirar o máximo proveito possível dos novos processadores Intel Rocket Lake-S (Imagem: Reprodução/Intel)

O suporte a frequências mais elevadas é um dos carros-chefe para extrair o máximo de desempenho desta 11ª geração de processadores da Intel. Pelo segundo ano consecutivo, a companhia anunciou que os novos processadores agora suportam memórias RAM com clocks ainda mais elevados, saindo dos pentes DDR4-2933 para DDR4-3200. Entretanto, com a adição de um novo controlador de memória, as porteiras foram abertas e agora o usuário pode ir além, fazendo o overclock em tempo real, sem ter de reiniciar o sistema e ajustar as configurações na BIOS.

O ajuste em tempo real do clock e dos timings das memórias é feito diretamente pelo Intel Extreme Tuning Utility no Windows 10, que ganhou uma nova interface e uma porção de novas opções de ajuste. Curiosamente, a funcionalidade não está restrita aos novos processadores em si, já que também funciona com os Intel Core de 10ª geração, mas sim à capacidade de placa-mãe e chipset. Então, basicamente, placas com chipset Z490, B560, H570 e Z590 conseguirão fazer o overclock de memória em tempo real.

Intel Rocket Lake-S de 11ª Geração

Modelo

Núcleos

Threads

Clock base

Turbo Boost single-core (Máx)

Turbo Boost Max Technology 3.0

Thermal Velocity Boost single-core

Thermal Velocity Boost all-core

Turbo all-core

TDP

Destravado?

Gráficos integrados

Preço

i9-11900K

8

16

3,5 GHz

Até 5,1 GHz

Até 5,2 GHz

Até 5,3 GHz

Até 4,8 GHz

Até 4,7 GHz

125 W

Sim

Intel UHD Graphics 750

US$ 539

i9-11900KF

8

16

3,5 GHz

Até 5,1 GHz

Até 5,2 GHz

Até 5,3 GHz

Até 4,8 GHz

Até 4,7 GHz

125 W

Sim

N/D

US$ 513

i9-11900

8

16

2,5 GHz

Até 5,0 GHz

Até 5,1 GHz

Até 5,2 GHz

Até 4,7 GHz

Até 4,6 GHz

65 W

Não

Intel UHD Graphics 750

US$ 439

i9-11900F

8

16

2,5 GHz

Até 5,0 GHz

Até 5,1 GHz

Até 5,2 GHz

Até 4,7 GHz

Até 4,6 GHz

65 W

Não

N/D

US$ 422

i9-11900T

8

16

1,5 GHz

Até 4,8 GHz

Até 4,9 GHz

Não compatível

Não compatível

Até 3,7 GHz

35 W

Não

Intel UHD Graphics 750

US$ 439

i7-11700K

8

16

3,6 GHz

Até 4,9 GHz

Até 5,0 GHz

Não compatível

Não compatível

Até 4,6 GHz

125 W

Sim

Intel UHD Graphics 750

US$ 399

i7-11700KF

8

16

3,6 GHz

Até 4,9 GHz

Até 5,0 GHz

Não compatível

Não compatível

Até 4,6 GHz

125 W

Sim

N/D

US$ 374

i7-11700

8

16

2,5 GHz

Até 4,8 GHz

Até 4,9 GHz

Não compatível

Não compatível

Até 4,4 GHz

65 W

Não

Intel UHD Graphics 750

US$ 323

i7-11700F

8

16

2,5 GHz

Até 4,8 GHz

Até 4,9 GHz

Não compatível

Não compatível

Até 4,4 GHz

65 W

Não

N/D

US$ 298

i7-11700T

8

16

1,4 GHz

Até 4,5 GHz

Até 4,6 GHz

Não compatível

Não compatível

Até 3,6 GHz

35 W

Não

Intel UHD Graphics 750

US$ 323

i5-11600K

6

12

3,9 GHz

Até 4,9 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Até 4,6 GHz

125 W

Sim

Intel UHD Graphics 750

US$ 262

i5-11600KF

6

12

3,9 GHz

Até 4,9 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Até 4,6 GHz

125 W

Sim

N/D

US$ 237

i5-11600

6

12

2,8 GHz

Até 4,8 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Até 4,3 GHz

65 W

Não

Intel UHD Graphics 750

US$ 213

i5-11600T

6

12

1,7 GHz

Até 4,1 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Até 3,5 GHz

35 W

Não

N/D

US$ 213

i5-11500

6

12

2,7 GHz

Até 4,6 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Até 4,2 GHz

65 W

Não

Intel UHD Graphics 750

US$ 192

i5-11500T

6

12

1,5 GHz

Até 3,9 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Até 3,4 GHz

35 W

Não

Intel UHD Graphics 750

US$ 192

i5-11400

6

12

2,6 GHz

Até 4,4 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Até 4,2 GHz

65 W

Não

Intel UHD Graphics 730

US$ 182

i5-11400F

6

12

2,6 GHz

Até 4,4 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Até 4,2 GHz

65 W

Não

N/D

US$ 157

i5-11400T

6

12

1,3 GHz

Até 3,7 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Até 3,3 GHz

35 W

Não

Intel UHD Graphics 730

US$ 182

Intel Comet Lake-S de 10ª geração melhorados

Modelo

Núcleos

Threads

Clock base

Turbo Boost single-core (Máx)

Turbo Boost Max Technology 3.0

Thermal Velocity Boost single-core

Thermal Velocity Boost all-core

Turbo all-core

TDP

Destravado?

Gráficos integrados

Preço

i3-10325

4

8

3,9 GHz

Até 4,7 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Até 4,5 GHz

65 W

Não

Intel UHD Graphics 630

US$ 154

i3-10305

4

8

3,8 GHz

Até 4,5 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Até 4,3 GHz

65 W

Não

Intel UHD Graphics 630

US$ 143

i3-10305T

4

8

3,0 GHz

Até 4,0 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Até 3,7 GHz

35 W

Não

Intel UHD Graphics 630

US$ 143

i3-10105

4

8

3,7 GHz

Até 4,4 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Até 4,2 GHz

65 W

Não

Intel UHD Graphics 630

US$ 122

i3-10105F

4

8

3,7 GHz

Até 4,4 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Até 4,2 GHz

65 W

Não

Intel UHD Graphics 630

US$ 97

i3-10105T

4

8

3,0 GHz

Até 3,9 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Até 3,6 GHz

35 W

Não

Intel UHD Graphics 630

US$ 122

Pentium Gold G-6605

2

4

4,3 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Não compatível

65 W

Não

Intel UHD Graphics 630

US$ 86

Pentium Gold G-6505

2

4

4,2 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Não compatível

65 W

Não

Intel UHD Graphics 630

US$ 75

Pentium Gold G-6505T

2

4

3,6 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Não compatível

35 W

Não

Intel UHD Graphics 610

Pentium Gold G-6405

2

4

4,1 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Não compatível

65 W

Não

Intel UHD Graphics 610

US$ 64

Pentium Gold G-6405T

2

4

3,5 GHz

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Não compatível

Não compatível

35 W

Não

Intel UHD Graphics 610

US$ 64

Desempenho

Com todas as especificações na mesa e tudo explicadinho, como será que as novas CPUs Rocket Lake-S de 11ª geração se sai na prova de foga? Apesar de ter apresentando alguns comparativos durante sua apresentação, a Intel restringiu os testes a apenas dois modelos: o Core i9-11900K e o Core i5-11600K, certamente os que apresentaram os melhores ganhos em relação à geração anterior. A empresa também apresentou alguns cenários de confronto direto com os Ryzen 5900X e Ryzen 5950X da AMD.

Saiba mais:

Certamente os testes foram selecionados à dedo pela fabricante, mas ainda assim o que vemos são números menos expressivos do que aqueles apresentados pela geração anterior. O ponto fora da curva é, sem dúvidas, o desempenho 88% superior em tarefas de criação de vídeo no Magix Vegas Pro. Fora isso, o que vemos são ganhos de performance na casa dos 10% nos melhores cenários envolvendo games e de 10% a 15% em rotinas de produtividade.

Em todo caso, em breve colocaremos as mãos em alguns processadores Rocket Lake-S de 11ª geração para fazermos o nosso review e compararmos com a geração passada e a concorrência.

Disponibilidade

A Intel confirmou ao Canaltech que as vendas dos Rocket Lake-S no Brasil começam a partir do dia 30 de março. Apesar disso, a empresa informou que não há preço de referência para o nosso mercado. Apesar disso, os novos processadores já estão em pré-venda em algumas lojas pelos valores a seguir:

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: