Mercado fechará em 2 h 59 min
  • BOVESPA

    103.246,01
    +2.471,44 (+2,45%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.539,67
    +532,51 (+1,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,15
    +0,58 (+0,88%)
     
  • OURO

    1.767,50
    -16,80 (-0,94%)
     
  • BTC-USD

    56.519,48
    -2.193,25 (-3,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.442,72
    +3,84 (+0,27%)
     
  • S&P500

    4.548,62
    +35,58 (+0,79%)
     
  • DOW JONES

    34.473,49
    +451,45 (+1,33%)
     
  • FTSE

    7.129,25
    -39,43 (-0,55%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.840,75
    -29,00 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3719
    -0,0749 (-1,16%)
     

Instagram testa alertas para usuário fazer pausas no uso do app, mas há um porém

·3 min de leitura

O Instagram anunciou nesta quarta-feira (10) que a rede social começou os testes com a ferramenta chamada "Take a Break", com objetivo de orientar o usuário a fazer pausas no uso do aplicativo após 10, 20 ou 30 minutos de navegação. Esse recurso poderá ser configurado nas preferências da conta e chega como uma opção para todos.

Inicialmente, a rede havia mencionado essa adição como uma melhoria focada nos adolescentes, que acabam se perdendo por horas em navegações intermináveis nos Stories e Reels, mas agora parece ter sido estendido para o público amplo. Isso foi sido anunciado quando Mosseri falou sobre a suspensão no desenvolvimento do Instagram for Kids, pois essa seria uma atividade nativa do aplicativo infantil para evitar impactos na saúde mental dos pequenos.

A estratégia de mensurar a adesão a um serviço não é nada novo: a rede social já havia feito isso quando decidiu remover os dados sobre a quantidades de curtidas das postagens. Após cerca de dois anos de testes, a empresa retornou para o modelo antigo e tornou a ocultação algo opcional para cada usuário.

Em 2018, outro experimento também chamou a atenção para o consumo excessivo de conteúdo. Se o usuário visualizasse tudo que seus amigos postaram no feed nos últimos dois dias, um aviso surgia na tela para informar que não existia mais conteúdo para ver. No ano passado, desistiu da ideia e passou a usar o espaço para mostrar postagens sugeridas e anúncios, em uma tentativa de manter o usuário na rede.

Você já pode ter visto isso antes...

Hoje, tanto o iOS quanto o Android têm suas próprias funcionalidades para limitar o tempo de tela em aplicativos definidos pelo usuário de modo individualizado ou por categorias. O experimento do Insta, portanto, pode não surtir muito efeito, exceto para os pais que desejem limitar seus filhos e não estão familiarizados com os recursos dos sistemas operacionais.

O Instagram sugere aos adolescentes que deixem suas contas como privada para evitar contato com estranhos (Imagem: Divulgação/Instagram)
O Instagram sugere aos adolescentes que deixem suas contas como privada para evitar contato com estranhos (Imagem: Divulgação/Instagram)

O TikTok, principal rival do Instagram na atualidade, anunciou em agosto um recurso para limitar o acesso de jovens ao sistema. Para adolescentes entre 13 e 15 anos, nenhum push será enviado a partir das 21h, enquanto os mais velhos (16 e 17 anos) não serão notificados sobre atualizações após 22h. Esses horários, de acordo com a rede, foram definidos com base em estudos e avaliações de pediatras e psicólogos infantis.

Segundo Mosseri, o "Take a Break" deve chegar ainda nesta semana para um número limitado de usuários, mas a empresa espera expandir a novidade para todos nos próximos meses.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos