Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,69 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,11 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    49.225,94
    +736,47 (+1,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,72 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Instagram terá novo obstáculo para barrar entrada de fakes e crianças

·2 min de leitura

Mesmo proibido para menores de 12 anos, o Instagram ainda é reduto de muitas crianças e pré-adolescentes, já que não exige nenhuma forma de identificação além do preenchimento manuel da data de nascimento. Além disso, a plataforma também é reduto de muitos perfis falsos e contas criadas para spam, justamente pela facilidade de criar e manter um perfil por lá. Em uma iniciativa mais robusta, agora a rede social deve começar a solicitar que usuários façam uma selfie em vídeo para verificar sua identidade.

Não vai adiantar mandar foto nem nada disso: o usuário precisará ativar sua câmera e filmar a si mesmo para confirmar sua identidade. A rede social promete que esses materiais não serão visíveis e excluídas após 30 dias do ingresso da pessoa, além de garantir que não haverá coleta de dados biométricos nem uso de reconhecimento facial.

Segundo o Instagram, os novos usuários deverão gravar um pequeno clipe olhando para a câmera do celular, o qual será usado pelos algoritmos de inteligência artificial para confirmar que você é uma pessoa real. Será necessário virar a cabeça em diferentes direções e enquadrar o rosto certinho no local delimitado, recurso que também pode ajudar a barrar os mais jovens.

Verificação de foto para entrada

Embora pareça novidade, a verificação com selfies em vídeo é algo que a rede de Adam Mosseri desenvolve há algum tempo. Desde agosto do ano passado já haviam relatos de usuários submetidos ao processo, mas ele parece ter sido suspenso para correção de falhas técnicas. Agora que a rede deve ter resolvido tudo, conseguiu deixá-lo pronto para a ampla disponibilização.

Ainda não está claro se todas as contas existentes passarão por esse procedimento ou se será algo restrito para os novos usuários. Se der for o primeiro caso, poderia ajudar a eliminar perfis fake e contas difamatórias, um dos maiores problemas da rede. Desde agosto, a plataforma já exige dos novos cadastrados a informação da data de nascimento, o que, obviamente, pode ser superado com dados falsos.

Apps de namoro, como o Tinder e o Bumble, já possuem uma tecnologia similar para verificar a autenticidade das fotos hospedadas. A solução do Instagram promete ser mais severa, pois eliminaria o candidato logo no momento da inscrição, e deve contar com as tecnologias avançadas criadas pela Meta, o que é certamente um diferencial importante.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos