Mercado abrirá em 9 h 47 min
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,03
    -0,05 (-0,07%)
     
  • OURO

    1.776,30
    -7,10 (-0,40%)
     
  • BTC-USD

    32.606,00
    -1.274,80 (-3,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    783,14
    -27,05 (-3,34%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.074,06
    -15,95 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.867,28
    +50,21 (+0,17%)
     
  • NIKKEI

    28.920,12
    +45,23 (+0,16%)
     
  • NASDAQ

    14.298,50
    +35,50 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9265
    -0,0020 (-0,03%)
     

Instagram supera audiência do Facebook, mas perde em publicações

·2 minuto de leitura

Em um momento no qual mídias sociais nos ajudam a fazer conexões com o mundo exterior, o Instagram se estabelece cada vez mais como uma rede social forte. Segundo o relatório Social media Trends Report Q4 2020, do SocialBakers, a plataforma já é 34,7% maior do que o Facebook em número de usuários — mas ainda fica atrás quando o assunto são anúncios publicitários.

Segundo o relatório, 61,9% dos anúncios feitos por marcas ainda se concentram na timeline do Facebook — concentração que era de 70,1% no mesmo período do ano anterior. O estudo também mostra que, em relação ao terceiro trimestre de 2019, o Instagram aumentou em 11,3% sua base de usuários, enquanto o Facebook testemunhou uma queda de 17,6%.

Imagem: Divulgação/Social Bakers
Imagem: Divulgação/Social Bakers

Apesar das diferenças entre as plataformas, o SocialBakers afirma que os anúncios em ambas as plataformas cresceram em 56% na comparação ano a ano — e o dinheiro total investido cresceu em 30%. Quem ajudou a liderar o crescimento foi o setor automotivo (alta de 102%), seguido pelas indústrias de bebidas alcoólicas (81%) e comércio eletrônico (66%).

2020 foi um ano diferente dos demais

O que explica a preferência pelo Facebook é o perfil diferente de cada rede: conhecida pelos conteúdos com caráter mais informativo, a rede social é boa para alcançar segmentos específicos. Já o Instagram tem o alto engajamento como sua força, se provando um lugar mais propenso à criatividade e ao aumento do reconhecimento de marcas.

O estudo reforça que 2020 “foi um ano diferente de todos os outros” graças à pandemia e trouxe mudanças de comportamento que vão se refletir de 2021 em diante. A empresa alerta que empresas vão ter que trabalhar mais duramente para atender aos desejos dos consumidores, e aquelas que conseguiram se adaptar às novas tendências precisam continuar aplicando suas habilidades para manter seu sucesso.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos