Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.750,22
    +1.458,62 (+1,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.646,03
    -288,18 (-0,66%)
     
  • PETROLEO CRU

    46,09
    +0,45 (+0,99%)
     
  • OURO

    1.842,00
    +0,90 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    18.998,90
    -49,39 (-0,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    365,19
    -14,05 (-3,71%)
     
  • S&P500

    3.699,12
    +32,40 (+0,88%)
     
  • DOW JONES

    30.218,26
    +248,74 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.550,23
    +59,96 (+0,92%)
     
  • HANG SENG

    26.835,92
    +107,42 (+0,40%)
     
  • NIKKEI

    26.751,24
    -58,13 (-0,22%)
     
  • NASDAQ

    12.509,25
    +47,00 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2497
    +0,0137 (+0,22%)
     

Instagram reforça recursos para ocultar conteúdo suicida ou com automutilação

Rubens Eishima
·1 minuto de leitura

O Instagram anunciou que suas ferramentas para evitar a disseminação de conteúdo nocivo foram aprimoradas. Posts com referências a suicídio ou automutilação devem ser removidos mais rapidamente pela rede social, especialmente na Europa, onde o sistema automatizado apresentava conflitos com a lei local de proteção de dados.

As regras de uso do Facebook e Instagram proíbem posts que sugiram os conteúdos, mas as ferramentas de inteligência artificial que identificavam as publicações dependiam de uma avaliação humana. O encaminhamento dos conteúdos para moderação, especialmente em casos que podem ser enquadrados na classificação de “avaliação de saúde mental”, acionam proteções adicionais da GDPR (regulamento geral sobre a proteção de dados, lei da União Europeia para a privacidade).

O novo sistema da rede social — que deve ser aplicado também no Facebook — é capaz de identificar não apenas textos, como também imagens. Conteúdos considerados impróprios serão despriorizados para outros usuários e até removidos.

Segundo o Instagram, a tecnologia automatizada em conjunto com a moderação humana identificou nos EUA 80% das contas encaminhadas a serviços de emergência, entre agosto e outubro deste ano.

Procure ajuda

Precisando de apoio em casos de tentativa de suicídio, busque os serviços da Rede de Atenção Psicossocial como o CAPS, Unidades Básicas de Saúde (Saúde da família, Postos e Centros de Saúde), UPA 24H, SAMU 192 ou Pronto Socorro da sua região.

Outra opção é o atendimento oferecido pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), disponível por chat online, telefone — número 188 — ou e-mail.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: