Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.519,56
    +270,52 (+0,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,25
    -612,45 (-1,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,59
    +0,13 (+0,18%)
     
  • OURO

    1.809,40
    +7,90 (+0,44%)
     
  • BTC-USD

    17.165,73
    -92,79 (-0,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    402,11
    -4,14 (-1,02%)
     
  • S&P500

    3.934,38
    -29,13 (-0,73%)
     
  • DOW JONES

    33.476,46
    -305,02 (-0,90%)
     
  • FTSE

    7.476,63
    +4,46 (+0,06%)
     
  • HANG SENG

    19.900,87
    +450,64 (+2,32%)
     
  • NIKKEI

    27.901,01
    +326,58 (+1,18%)
     
  • NASDAQ

    11.553,00
    -92,50 (-0,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5268
    +0,0262 (+0,48%)
     

Instagram: rede social fica instável nesta segunda (16)

Instagram: serviço de Stories e aba
Instagram: serviço de Stories e aba "Explorar" foram os mais afetados
  • Stories de amigos teriam desaparecidos, ficando impossíveis de serem visualizados

  • Aba "Explorar" mostra apenas conteúdo irrelevantes para o usuário, como fotos de paisagens

  • Instagram ainda não realizou nenhum pronunciamento sobre os motivos da instabilidade

Usuários no Brasil da rede social Instagram relataram instabilidades nos serviços da plataforma nesta segunda-feira (16). Segundo o site DownDetector, que agrega relatos e buscas pela queda de algum site, por volta das 15 horas (horário de Brasília), foram encontradas mais de 610 reclamações.

De acordo com os internautas os principais problemas foram encontrados nos stories, ao publicar ou tentar visualizar as postagens de amigos, e na aba "Explorar", que não apresentava um conteúdo relevante para o usuário, mas sim fotos de paisagens.

Nos Estados Unidos a rede social também apresentou queda, com o DownDetector reunindo cerca de 3.500 reclamações. No Twitter, onde os temas mais comentados no momento aparecem em um ranking, cerca de 31 mil pessoas realizaram comentários sobre a queda do serviço.

Até agora não houve um pronunciamento da empresa sobre o que poderia ter acontecido para que parte de seus usuários experienciassem problemas no serviço. Tampouco se sabe se houve panes no serviço em outras regiões do mundo, ou se os problemas ficaram localizados nos Estados Unidos e Brasil.

Essa é a primeira vez que a rede social apresenta instabilidades desde outubro do ano passado, quando os principais serviços da Meta (Facebook, WhatsApp e Instagram), apresentaram queda após problemas nos servidores da empresa. Quatro dias após a pane geral, ocorreu uma instabilidade apenas na rede social de fotos e vídeos, ficando cerca de seis horas do ar.