Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.471,92
    +579,92 (+0,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.723,43
    -192,77 (-0,41%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,53
    -0,48 (-0,54%)
     
  • OURO

    1.792,40
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    23.297,80
    +112,53 (+0,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    533,20
    -2,02 (-0,38%)
     
  • S&P500

    4.145,19
    -6,75 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    32.803,47
    +76,67 (+0,23%)
     
  • FTSE

    7.439,74
    -8,32 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    20.201,94
    +27,94 (+0,14%)
     
  • NIKKEI

    28.175,87
    +243,67 (+0,87%)
     
  • NASDAQ

    13.216,50
    -12,25 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2556
    -0,0849 (-1,59%)
     

Instagram permitirá que usuário compre produtos via mensagem direta

O CEO da Meta, Mark Zuckerberg, anunciou o lançamento de um novo recurso para permitir pagamentos pelas mensagens diretas do Instagram. A novidade vai possibilitar a venda de produtos por empreendedores individuais ou pequenas empresas pelo bate-papo da rede social.

Os interessados em comprar algo devem mandar uma mensagem via chat para a empresa qualificada sobre qual produto deseja adquirir. A transação será toda feita pelo chat: revisão, pagamento, rastreio do pedido e dúvidas sobre o envio.

Será possível comprar e vender produtos pelo "direct" do Instagram (Imagem: Reprodução/Meta)
Será possível comprar e vender produtos pelo "direct" do Instagram (Imagem: Reprodução/Meta)

O serviço de pagamento será executado pela Meta Pay, o serviço de pagamento da companhia, e a promessa é de checkout em "poucos toques". Escolhido o produto, o vendedor cria uma ordem de pagamento e o usuário precisará apenas tocar no botão "Pagar". A partir disso, é só seguir o passo a passo na tela: adicionar o cartão de crédito, revisar as informações e adicionar o endereço de entrega.

Mesmo os perfis empresariais que não utilizam o recurso de lojas virtuais poderão vender coisas pelas mensagens diretas. Você poderá configurar um pedido, solicitar as informações do cliente e aceitar os pagamentos por ali mesmo, sem precisar direcionar para outro local e sem taxas extras. Se quiser, poderá configurar a vitrine digital para facilitar o processo de escolha e permitir compras mais rápidas.

A prática de negociar produtos é algo comum na plataforma, mas geralmente a transação ocorre fora da plataforma, em um sistema de pagamento de terceiros ou pelo e-commerce. Com a mudança, tudo seria feito pelas DMs do Instagram, com pagamento direto ao vendedor e a segurança da criptografia de ponta a ponta, evitando vazamento de dados pessoais — o vendedor não terá acesso a informações do cartão.

Por enquanto, as vendas só estão disponíveis para usuários dos Estados Unidos e em dólar americano. É provável que futuramente o Instagram expanda a funcionalidade para outras regiões, incluindo o Brasil, já que a plataforma é bastante utilizada por empreendedores do mundo inteiro.

Pagamentos digitais da Meta

Segundo estimativas da Meta, um bilhão de pessoas enviam mensagens para empresas nos aplicativos da companhia a cada semana. Os dados incluem Facebook e WhatsApp também, mas revelam como os usuários interagem com marcas, buscam produtos ou pedem suporte técnico.

Este parece ser mais um passo da gigante das mídias sociais no fortalecimento da sua ferramenta de pagamento. O Facebook Pay foi renomeado para Meta Pay no mês passado e agora deve ser o único serviço integrado, inclusive para uso no WhatsApp. A experiência continua a mesma, logo os usuários não devem estranhar nada no processo de pagamento além do nome.

A ideia do sistema de pagamento é oferecer a compra e venda de itens digitais no metaverso. A empresa deve lançar um serviço de carteira para abrigar itens e recarregar dinheiro, assim será possível comercializar NFTs e outros tipos de tokens no mundo virtual da Meta. Tudo isso precisará ser suportado por um mecanismo robusto de pagamentos, seguro e fácil de utilizar por todos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos