Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.794,28
    -1.268,26 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,57
    -0,04 (-0,06%)
     
  • OURO

    1.753,80
    -41,00 (-2,28%)
     
  • BTC-USD

    47.604,22
    -627,84 (-1,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.209,85
    -23,43 (-1,90%)
     
  • S&P500

    4.473,75
    -6,95 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    34.751,32
    -63,07 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.027,48
    +10,99 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    24.667,85
    -365,36 (-1,46%)
     
  • NIKKEI

    30.323,34
    -188,37 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    15.505,50
    +1,50 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1846
    -0,0114 (-0,18%)
     

Instagram deve permitir reagir a Stories com curtidas; veja como será

·2 minuto de leitura

O Stories do Instagram estabeleceu um novo paradigma ao inserir os vídeos curtos e efêmeros em uma plataforma que era predominantemente de fotos. Nos últimos meses, contudo, até o chefão da rede declarou que a rede social deve ter cada vez mais foco nas imagens em movimento, razão pela qual tantas novidades têm os vídeos como premissa.

O desenvolvedor e engenheiro reverso Alessandro Paluzzi encontrou traços no código do aplicativo do Instagram que revelam uma possível adição ao Stories. Conforme o achado, será possível curtir os vídeos como ocorre nas transmissões ao vivo, inclusive mais de uma vez. Essa adição se soma aos recursos de enviar mensagens, reações rápidas e GIFs que já existem.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Se isso for verdade, uma nova métrica de mensuração de engajamento poderia estar sob análise dos desenvolvedores da plataforma, a qual ajudaria a reforçar o poder do Stories. O "Like" é algo bem importante para o algoritmo do Instagram aplicado ao feed, mas não tinha impacto nos vídeos temporários, cujo foco era a visualização.

Feed, Reels e Explorar têm suas próprias métricas para entregar conteúdo relevante, com direcionamentos distintos. No Stories, a métrica de visualização já é eficaz, afinal a audiência completa e recorrente significa identificação com o conteúdo, por isso fica difícil compreender qual seria o propósito do Curtir.

Por enquanto, tudo não passa de testes e é impossível saber quando (ou se) o recurso chegará para os usuários. O que dá para afirmar, com certeza, é que Adam Moseri e o Facebook não vão abaixar a guarda agora: com o adeus ao gesto de arrastar para cima, a rede social continua na busca por se reinventar para não perder a briga com o TikTok, que cresce em ritmo assustador em todo o planeta.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos