Mercado abrirá em 2 h 26 min
  • BOVESPA

    106.858,87
    +1.789,18 (+1,70%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.605,56
    +8,27 (+0,02%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,11
    +1,62 (+2,33%)
     
  • OURO

    1.778,10
    -1,40 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    51.408,82
    +3.400,46 (+7,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.330,92
    +70,76 (+5,62%)
     
  • S&P500

    4.591,67
    +53,24 (+1,17%)
     
  • DOW JONES

    35.227,03
    +646,95 (+1,87%)
     
  • FTSE

    7.311,89
    +79,61 (+1,10%)
     
  • HANG SENG

    23.983,66
    +634,28 (+2,72%)
     
  • NIKKEI

    28.455,60
    +528,23 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    16.125,00
    +282,25 (+1,78%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4259
    +0,0023 (+0,04%)
     

Instagram apresenta "parceria paga" no Reels e recurso para transformar anúncios

·2 min de leitura

Com o término da Creator Week, o Instagram aproveitou para anunciar a chegada de novos recursos para auxiliar os criadores a terem mais relevância na plataforma. A principal revelação é a possibilidade de produzir conteúdos para o Reels com os anúncios de conteúdos de marca, aqueles com a identificação de "Parceria Paga".

Isso deve oferecer mais transparência para as divulgações feitas com a ferramenta de vídeos curtos da rede social, além de ofertar mais uma solução para impulsionar a relação entre anunciantes e influenciadores digitais. O aviso ficará na parte inferior da tela, abaixo do nome do perfil e ao lado do termo "Patrocinado", em um formato bem similar ao existente no feed.

A "Parceria Paga" chegou ao Reels (Imagem: Divulgação/Instagram)
A "Parceria Paga" chegou ao Reels (Imagem: Divulgação/Instagram)

Outra novidade na mesma linha é a possibilidade de impulsionar conteúdo de marca já publicado no Feed, nos Stories e no Reels via aplicativo, como uma forma de ampliar o alcance da publicação e buscar mais engajamento do público. O criador ou a marca poderão incrementar a campanha após alguns dias, ou em momentos específicos, sem precisar refazer a publicação.

O Instagram permitirá também as chamadas "permissões da conta", recurso para possibilitar ao criador liberar seus patrocinadores para transformar publicações orgânicas com "Parceria Paga" em anúncios — o que permite focar em um público mais restrito ou criar uma call-to-action mais eficaz. Se for autorizada, a empresa anunciante poderá gerenciar os anúncios e até vinculá-los diretamente pelo perfil do criador, sem precisar que este monte a campanha.

Ajuda aos criadores

Essas duas últimas adições devem facilitar a vida dos pequenos e médios influenciadores digitais, que nem sempre dispõem de suporte técnico adequado para lidar com a ferramenta de gestão de anúncios. De tal maneira, as grandes companhias poderão colocar seus times de marketing para produzir tudo e apenas solicitar a autorização ao criador, algo que deve facilitar bastante esse relacionamento.

Segundo o Instagram, essas mudanças chegam para fazer da rede o "melhor lugar para os criadores construírem parcerias com marcas e possam gerar renda a partir dessas colaborações, ao mesmo tempo que ajudam as marcas a explorar novas tendências e públicos".

O Collabs permite a criação e divulgação de conteúdos em conjunto (Imagem: Divulgação/Instagram)
O Collabs permite a criação e divulgação de conteúdos em conjunto (Imagem: Divulgação/Instagram)

Na semana passada, a rede social introduziu a possibilidade de criar publicações a partir de computadores para todos — estava em fase de testes desde o meio do ano. Usuários poderão postar fotos e vídeos com até 1 minuto de duração, selecionar proporções, aplicar filtros e usar funções básicas de edição. Os collabs são outra solução que chegam em definitivo e permitem a dois perfis criarem conteúdos em conjunto, com potencial de difusão para os seguidores de ambos, likes acumulados e outras vantagens.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos