Mercado abrirá em 5 h 51 min

Instagram anuncia filtro para limitar conteúdo sensível a menores de 16 anos

Opções de controle de conteúdo sensível são configuradas automaticamente, sendo possível alterá-las através de alguns passos (Getty Creative)
Opções de controle de conteúdo sensível são configuradas automaticamente, sendo possível alterá-las através de alguns passos (Getty Creative)
  • Filtro será ativado automaticamente em contas de usuários abaixo dos 16 anos

  • Controle de conteúdo sensível terá três opções configuráveis: “Mais”, “Padrão” e “Menos”

  • Instagram defende que a ferramenta tornará mais difícil para os jovens encontrar conteúdo ou contas potencialmente confidenciais

O Instagram anunciou em seu site oficial, no último dia 25, o lançamento de um filtro que será ativado automaticamente para limitar conteúdo sensível em contas de usuários abaixo dos 16 anos. As informações são do portal bit magazine.

De acordo com a reportagem, o controle de conteúdo sensível terá três opções configuráveis: “Mais”, “Padrão” e “Menos”. A "Padrão", consiste no bloqueio de algumas contas e conteúdos sensíveis. Já as opções “Mais” e “Menos” permitem que os usuários vejam mais e menos contas e conteúdos sensíveis na plataforma.

Na postagem oficial, o Instagram explicou que essa nova ferramenta “tornará mais difícil para os jovens encontrar conteúdo ou contas potencialmente confidenciais na Pesquisa, Explorar, Páginas de hashtag, bobinas, recomendações de feed e contas sugeridas”.

Segundo o bit magazine, as opções de controle de conteúdo sensível são configuradas automaticamente, sendo possível alterá-las através dos seguintes passos:

  • Acesse o seu perfil;

  • Abra as configurações tocando no menu “Configurações” no canto superior direito;

  • Escolha em “Conta”;

  • Toque em “Controle de conteúdo sensível”.

Suporte ao cliente

Um problema que há muito incomoda os usuários do Facebook e do Instagram está finalmente sendo abordado: a falta de suporte ao cliente. Segundo uma reportagem da Bloomberg, a Meta, controladora de ambas as plataformas, agora está planejando construir uma divisão de suporte ao cliente, que poderá ajudar os usuários “que tiveram postagens ou contas removidas inesperadamente”.

Os planos da Meta aparentemente ainda estão em “estágio inicial”, então ainda não está claro quando os novos serviços estarão disponíveis. De acordo com a Bloomberg , os planos da Meta foram, pelo menos parcialmente, impulsionados por insights de seu Conselho de Supervisão, que lida com solicitações de usuários para apelar das decisões de conteúdo da empresa. O conselho disse repetidamente que a Meta deveria ser mais transparente na maneira como se comunica com os usuários sobre suas decisões.