Mercado abrirá em 3 h 40 min

Instabilidade institucional tem afetado a confiança, dia governador do ES

Marta Watanabe

Para Renato Casagrande, posição do governo em temas como meio ambiente e direitos humanos minam a percepção de estabilidade entre investidores A instabilidade institucional do país tem afetado a confiança dos investidores, diz o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB). Segundo ele, o governo federal não conseguiu conquistar confiança “pelo debate equivocado na área ambiental, pelos enfrentamentos institucionais, pelas declarações de desrespeito aos direitos humanos. O investidor não quer só olhar a área financeira e econômica. Ele quer mais, quer estabilidade.”

O governador diz que ouviu dos próprios investidores manifestação de apreensão em relação à questão institucional. “O Brasil ainda não deu estabilidade aos investidores. Há perspectivas boas, mas [os investimentos] estão demorando porque está instável. Ouvi dos investidores, eles estão animados, mas cauteloso, não estão se jogando.”

Os investidores, diz Casagrande, veem despreocupação do governo federal com a questão ambiental que afeta o mundo todo. Ao mesmo tempo causa apreensão os embates repetidos entre Executivo, Supremo Tribunal Federal e Congresso.

Em evento da B3 em São Paulo nesta quarta-feira, Casagrande disse que o Espírito Santo tem boa localização e destacou que o Estado tem nota máxima em gestão fiscal dada pela Secretaria do Tesouro Nacional.

O Estado também encaminhou ao Legislativo projeto de reforma previdenciária e deve aumentar os investimentos com recursos próprios nos próximos anos.

“Estamos com nossa parte feita, mas precisamos do governo federal”, mencionando que há áreas de investimento que são de atribuição da União, como rodovias federais e portos, por exemplo.