Mercado abrirá em 9 h 59 min
  • BOVESPA

    108.789,33
    +556,59 (+0,51%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.464,03
    +900,05 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    113,63
    +1,23 (+1,09%)
     
  • OURO

    1.810,00
    -8,90 (-0,49%)
     
  • BTC-USD

    30.202,63
    +200,81 (+0,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    679,71
    +437,03 (+180,09%)
     
  • S&P500

    4.088,85
    +80,84 (+2,02%)
     
  • DOW JONES

    32.654,59
    +431,17 (+1,34%)
     
  • FTSE

    7.518,35
    +53,55 (+0,72%)
     
  • HANG SENG

    20.456,24
    -146,28 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    26.851,15
    +191,40 (+0,72%)
     
  • NASDAQ

    12.538,00
    -22,25 (-0,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2033
    -0,0071 (-0,14%)
     

INSS: peritos médicos confirmam paralisação para semana que vem

·2 min de leitura
Instituto Nacional do Seguro Social (INSS),Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia,Previdência Social
Instituto Nacional do Seguro Social (INSS),Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia,Previdência Social
  • Paralisação dos médicos do INSS está marcada para segunda-feira (31);

  • Categoria pede recomposição salarial de quase 20%;

  • Trabalhadores pedem fixação de 12 atendimentos presenciais por dia.

Na próxima segunda-feira (31), os médicos peritos do INSS vão paralisar os trabalhos. O principal motivo é a recomposição salarial de quase 20%, exigida pela categoria. As informações são da CNN.

A categoria cobra recomposição salarial de quase 20%, relativa às perdas inflacionárias de 2019 a 2022. Em ofício encaminhado ao Ministério do Trabalho, a Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais reclama de promessas não cumpridas. “Apesar das promessas feitas pelo Ministro de Estado, nenhuma ação foi tomada pela autoridade máxima do órgão e a situação caótica que assolava a categoria não apenas se manteve, como foi profundamente agravada”.

A pauta de reivindicação inclui melhorias nas condições de trabalho, como limitar a 12 o número de atendimentos presencias diários.

Perícia poderá ser feita por teleconsulta

O governo federal permitiu que o INSS passe a realizar perícias médicas por meio de teleconsultas. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União e cumpre deliberação do Tribunal de Contas da União (TCU).

Os testes – que funcionam como uma experiência-piloto - devem durar 90 dias e serão realizados nas prefeituras que têm Acordo de Cooperação Técnica (ACT) com a Previdência.

As perícias suspensas serão remarcadas para o segundo semestre de 2022 e os segurados serão comunicados pelo próprio Instituto sobre a nova data de remarcação. As reavaliações estão mantidas apenas para os casos de mutirões de realização de perícia médica que já estavam previamente programados ou com viagens definidas.

Os segurados convocados para o Programa de Revisão que tiveram a perícia suspensa continuarão recebendo o benefício normalmente, até serem atendidos pela Perícia Médica.

Quem já estava com o benefício suspenso deve aguardar mais detalhes ou entrar em contato com o Instituto pelo telefone 135.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos