Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.716,00
    -2.354,00 (-2,06%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.395,94
    -928,96 (-2,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,43
    -4,06 (-4,86%)
     
  • OURO

    1.651,70
    -29,40 (-1,75%)
     
  • BTC-USD

    18.980,93
    -104,36 (-0,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    434,61
    -9,92 (-2,23%)
     
  • S&P500

    3.693,23
    -64,76 (-1,72%)
     
  • DOW JONES

    29.590,41
    -486,29 (-1,62%)
     
  • FTSE

    7.018,60
    -140,92 (-1,97%)
     
  • HANG SENG

    17.933,27
    -214,63 (-1,18%)
     
  • NIKKEI

    27.153,83
    -159,27 (-0,58%)
     
  • NASDAQ

    11.388,00
    -177,50 (-1,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0976
    +0,0649 (+1,29%)
     

INSS libera cadastro para pagamento de aposentadoria em conta-corrente

·1 min de leitura
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 14.01.2020 - Fachada de agência do INSS no centro de SP. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 14.01.2020 - Fachada de agência do INSS no centro de SP. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O INSS liberou a troca de pagamento do benefício do cartão magnético para a conta-corrente na última terça-feira (12). O serviço estará disponível pelo Meu INSS, site ou aplicativo, enquanto durar a situação de risco à saúde pública decorrente da pandemia do novo coronavírus.

O atendimento será realizado a distância, dispensando o segurado de comparecer a uma agência do INSS, a não ser quando solicitado para eventual comprovação de informações.

De acordo com o instituto, cerca de 12,4 milhões de beneficiários recebem do INSS por meio de cartão magnético. Desse total, 6,3 milhões são aposentados.

A autorização para a mudança na forma de pagamento foi publicada, em 29 de abril, em portaria no no Diário Oficial da União.

Segundo a portaria, para que ocorra a transferência, será feito o bloqueio do benefício que, porventura, não tenha sido sacado. O INSS afirma que esse crédito será reemitido para a conta-corrente indicada pelo segurado.

A conta-corrente tem de estar em nome do titular do benefício e ser de um dos bancos autorizados pelo INSS. Para contas conjuntas, o pagamento só será possível quando o titular ou o representante legal são titulares da conta.

O requerimento da transferência poderá ser feito enquanto durar a pandemia, e o segurado que mudar de ideia poderá fazer um novo requerimento para voltar a receber pelo cartão magnético. O novo pedido também será feito pelo Meu INSS.

A medida visa evitar que aposentados tenham que ir a uma agência bancária durante a pandemia do novo coronavírus apenas para sacar o benefício do INSS.