Mercado abrirá em 4 h 57 min
  • BOVESPA

    121.909,03
    -128,97 (-0,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.867,15
    +618,15 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,28
    -0,64 (-0,99%)
     
  • OURO

    1.834,90
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    55.811,90
    -2.686,32 (-4,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.477,48
    -83,82 (-5,37%)
     
  • S&P500

    4.188,43
    -44,17 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    34.742,82
    -34,98 (-0,10%)
     
  • FTSE

    6.956,65
    -167,03 (-2,34%)
     
  • HANG SENG

    27.974,00
    -621,70 (-2,17%)
     
  • NIKKEI

    28.608,59
    -909,71 (-3,08%)
     
  • NASDAQ

    13.165,00
    -191,75 (-1,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3591
    +0,0189 (+0,30%)
     

INSS divulga calendário de retomada da prova de vida

Felipe Pontes - Repórter da Agência Brasil
·2 minuto de leitura

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) publicou hoje (26) no Diário Oficial da União (DOU) a portaria que suspende até abril a obrigatoriedade de aposentados e pensionistas fazerem a prova de vida, com o calendário de retomada do procedimento.

A medida de suspensão da obrigatoriedade já havia sido anunciada pelo presidente do órgão, Leonardo Rolim, na terça-feira (23).

O procedimento deve ser feito a cada ano para que o pagamento do benefício do INSS não seja bloqueado. Desde março de 2020, entretanto, os bloqueios foram suspensos em decorrência da pandemia de covid-19, que prejudicou a realização da prova de vida de modo presencial.

A suspensão da obrigatoriedade da prova de vida vem sendo postergada sucessivas vezes. Desde agosto, o governo tem investido em um projeto piloto para que o procedimento possa ser feito de modo remoto, pelo celular. Uma nova etapa do projeto, lançada na terça (23), disponibilizou o serviço digital para mais de 5 milhões de beneficiários do INSS.

Segundo dados apresentados por Rolim, a suspensão da obrigatoriedade levou 5,3 milhões de aposentados e pensionistas a não realizarem o procedimento. Esses beneficiários precisam agora regularizar a situação. Pela portaria publicada nesta sexta (26), os bloqueios de benefício para quem não fez a prova de vida no ano passado voltarão a ocorrer a partir de maio, de forma escalonada.

De acordo com a nova portaria, por exemplo, quem deveria ter feito a prova de vida até abril de 2020 e não realizou o procedimento, poderá ter o pagamento de seu benefício bloqueado a partir de maio deste ano, caso não se regularize até lá.

Confira abaixo o cronograma de bloqueio do pagamento de benefícios do INSS para os aposentados e pensionistas que não realizaram a prova de vida:

Tabela Ministério da economia
Tabela Ministério da economia

Reprodução do site do Ministério da Economia

Ouça na Radioagência Nacional

26-02-21_-_daniella_longuinho_-_prova_de_vida_inss_-_ra_-_1m20s.mp3 - Daniella Longuinho