Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.249,73
    +1.405,98 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.828,13
    +270,48 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,51
    +0,22 (+0,31%)
     
  • OURO

    1.774,90
    +11,10 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    40.857,36
    -2.502,82 (-5,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.016,33
    -47,52 (-4,47%)
     
  • S&P500

    4.354,19
    -3,54 (-0,08%)
     
  • DOW JONES

    33.919,84
    -50,63 (-0,15%)
     
  • FTSE

    6.980,98
    +77,07 (+1,12%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    14.990,50
    -19,00 (-0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1816
    -0,0631 (-1,01%)
     

INSS: começa o pente fino de 902 mil beneficiários no país

·2 minuto de leitura
Perícia pode ser marcada pelo app Meu INSS ou pelo telefone 135. Foto: Reprodução/Internet.
Perícia pode ser marcada pelo app Meu INSS ou pelo telefone 135. Foto: Reprodução/Internet.
  • 170 mil beneficiados pelo antigo auxílio-doença vão passar por perícia

  • Quem não responder à convocação do órgão terá o benefício cancelado

  • Perícia pode ser marcada pelo app Meu INSS ou pelo telefone 135

Os 170 mil beneficiados que recebem o antigo auxílio-doença pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vão passar por um pente-fino este mês. Os prazo para prova de vida do INSS Beneficiários de auxílio-doença que foram convocados para o pente-fino do INSS devem ficar atentos: o prazo para agendar a perícia médica começa a vencer a partir da semana que vem.

O benefício está sem data de cessação há mais de seis meses e seus segurados ainda não haviam passado por uma perícia. O órgão já enviou cartas de convocação para outros 732.586 em todo o país.

O INSS tem em andamento outros dois programas, o de revisão administrativa e o de revisão de rotina dos Benefícios de Prestação Continuada. Nos dois casos, é preciso estar atento à convocação, pois o segurado que deixar de responder e agendar a perícia em até 30 dias terá o benefício cancelado.

Como o envio por correio da carta convocação para perícia é a única forma de saber se o beneficiado foi chamado, é recomendado que os segurados mantenham seus endereços atualizados em seus cadastros, para garantir que as cartas cheguem a eles. Caso a carta não seja recebida e o segurado não marque sua revisão, o pagamento do benefício pode ser suspenso. Neste caso, a pessoa deve comparecer a uma agência do INSS e um exame será agendado para regularizar o pagamento.

Segundo o órgão, o agendamento pode ser feito tanto pelo site quanto pelo aplicativo do Meu INSS assim que o beneficiário receber a carta de convocação. A perícia também pode ser marcada pelo telefone 135. Em caso de não comparecimento, o reagendamento poderá ser feito pelo mesmo número de telefone.

O INSS vai realizar o envio das cartas de convocação via Correios para o endereço cadastrado em seu sistema. O órgão conta também com a ajuda da rede bancária pagadora de benefícios para notificar seus segurados via mensagens exibidas nos caixas eletrônicos. Segundo o governo, 619 agências da Previdência Social que oferecem perícia médica estão funcionando. Atualmente, o tempo médio entre a data de agendamento e o dia de realização do exame é de 39 dias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos