Mercado abrirá em 1 h 43 min
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,51 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.126,51
    +442,96 (+0,99%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,97
    +0,20 (+0,38%)
     
  • OURO

    1.851,00
    -4,20 (-0,23%)
     
  • BTC-USD

    32.130,40
    -1.273,09 (-3,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    647,51
    +0,19 (+0,03%)
     
  • S&P500

    3.855,36
    +13,89 (+0,36%)
     
  • DOW JONES

    30.960,00
    -36,98 (-0,12%)
     
  • FTSE

    6.674,42
    +35,57 (+0,54%)
     
  • HANG SENG

    29.391,26
    -767,75 (-2,55%)
     
  • NIKKEI

    28.546,18
    -276,11 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    13.433,25
    -42,25 (-0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6920
    +0,0558 (+0,84%)
     

Influenciador pode ser multado em mais de R$ 380 mil por promover festa com 500 pessoas: “Covidiota”

·1 minuto de leitura
Influenciador pode pagar fortuna por festas clandestinas em plena pandemia - Foto: Reprodução/Redes Sociais
Influenciador pode pagar fortuna por festas clandestinas em plena pandemia - Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um influenciador espanhol pode ser multado pela Justiça local em até 60 mil euros (cerca de R$ 382 mil) pela organização de uma festa para 500 pessoas em Málaga. As informações são do jornal inglês The Sun, que não poupou críticas ao rapaz: “Covidiota”.

Maxi Bonelli postou vídeos do evento em suas redes sociais, infringindo as leis locais de prevenção à Covid-19. O influenciador, que tem 317 mil seguidores e se define como empresário empreendedor e coach, aparece bebendo champagne e confraternizando com amigos, sempre sem máscara.

Leia também

A realização da festa e o comportamento de Maxi chegaram à polícia de Málaga, que confirmou que abriu investigação contra o influenciador. Pelo número de infrações cometidas, ele deverá multado.

Esta não é a primeira vez que o rapaz publica vídeos em festas durante o período de quarentena. Em outras oportunidades, ele chegou a caçoar da pandemia que mata centenas de pessoas diariamente na Espanha. “Amamos a pandemia” e “libertem o Covid”, já escreveu.

Maxi também defende a não utilização de máscaras e diz fazer isso para “servir como exemplo” para seus seguidores. “Qualquer policial que esteja multando pessoas por não usarem máscaras na rua está cometendo um ato ilegal. Se você foi multado, pode processá-lo por violação de seus direitos. Vão tirar o trabalho e o salário dele”, disse.