Mercado fechado

Inflação, Ucrânia e China, os riscos para a estabilidade financeira nos EUA, diz Fed

Fachada do Federal Reserve, Banco Central dos Estados Unidos (AFP/Stefani Reynolds) (Stefani Reynolds)

Os riscos para a estabilidade financeira nos Estados Unidos aumentaram nos últimos seis meses, alertou, nesta segunda-feira (9), o Federal Reserve (Fed, banco central) em um relatório, citando a inflação, a guerra na Ucrânia e, inclusive, as dificuldades do setor imobiliário na China.

"As tensões na Europa relacionadas à invasão russa da Ucrânia ou em mercados emergentes, ou que podem se originar na China ou ser alimentadas por pressões inflacionárias, podem se espalhar para os Estados Unidos", destacou o banco central americano em seu relatório semestral de estabilidade financeira.

"Ademais, uma inflação alta e taxas de juros em alta nos Estados Unidos poderiam ter uma incidência negativa na atividade econômica interna, os preços dos ativos, a qualidade do crédito e as condições financeiras de forma mais geral", detalhou a entidade.

Os créditos às famílias e empresas estão diminuindo, apesar dos atrasos e da inadimplência estar em seu patamar mínimo em 20 anos.

Mas "o aumento da inflação, as perturbações das cadeias de suprimentos e os eventos geopolíticos em curso poderiam apresentar riscos para a capacidade de algumas empresas e famílias de reembolsar suas dívidas", advertiu.

O relatório de estabilidade financeira anterior foi publicado em novembro de 2021 e, desde então, "a incerteza sobre as perspectivas econômicas aumentou", informou o Fed.

O perigo no setor imobiliário chinês persiste, advertiu o Fed. "Na China, os níveis de endividamento são elevados no setor imobiliário, onde a atividade e os preços caíram no ano passado", acrescentou.

jul/tu/er/mr/cjc/rpr

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos