Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.910,10
    -701,55 (-0,62%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.661,86
    +195,84 (+0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,29
    +0,68 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.790,10
    -3,00 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    37.891,20
    +1.816,04 (+5,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    863,83
    +21,37 (+2,54%)
     
  • S&P500

    4.431,85
    +105,34 (+2,43%)
     
  • DOW JONES

    34.725,47
    +564,69 (+1,65%)
     
  • FTSE

    7.466,07
    -88,24 (-1,17%)
     
  • HANG SENG

    23.550,08
    -256,92 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.430,25
    +443,50 (+3,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9813
    -0,0427 (-0,71%)
     

Inflação turca dispara 36% em meio a crise da lira

·1 min de leitura
Mercado local no distrito de Fatih, em Istambul

Por Daren Butler e Jonathan Spicer

ISTAMBUL (Reuters) - A inflação anual da Turquia atingiu seu nível mais alto em 19 anos em dezembro, mostraram dados nesta segunda-feira, escancarando os problemas de uma crise cambial desencadeada por medidas de política monetária ordenadas pelo presidente do país.

Os preços ao consumidor turco dispararam 36,08%, superando a previsão mediana do mercado de avanço de 30,6%, com os custos de itens básicos como transporte e alimentos e bebidas --que consumiram porcentagens crescentes da renda das famílias durante 2021-- subindo ainda mais rápido.

Somente em dezembro, o índice de preços ao consumidor do país teve rara leitura de dois dígitos, saltando 13,58%, mostraram dados do Instituto de Estatísticas da Turquia.

A lira turca perdeu 44% de seu valor no ano passado, quando o banco central cortou os juros sob ordens do presidente do país, Tayyip Erdogan, de priorizar o crédito e as exportações em vez da estabilidade da moeda. Nesta segunda-feira, a divisa caía mais 4%, para 13,7 por dólar.

O ano passado foi o pior para a lira em quase duas décadas, enquanto o avanço anual dos preços ao consumidor foi o mais acentuado desde a taxa de 37,0% registrada em setembro de 2002, dois meses antes de o Partido AK, de Erdogan, tomar posse.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos