Mercado abrirá em 1 h 15 min
  • BOVESPA

    128.767,45
    -497,51 (-0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.129,88
    -185,81 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,29
    +0,44 (+0,60%)
     
  • OURO

    1.782,90
    +5,50 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    34.016,28
    +2.401,55 (+7,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    813,96
    +19,63 (+2,47%)
     
  • S&P500

    4.246,44
    +21,65 (+0,51%)
     
  • DOW JONES

    33.945,58
    +68,61 (+0,20%)
     
  • FTSE

    7.101,54
    +11,53 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    28.817,07
    +507,31 (+1,79%)
     
  • NIKKEI

    28.874,89
    -9,24 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    14.255,00
    -3,25 (-0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9546
    +0,0348 (+0,59%)
     

Inflação: prévia de maio recua e pode sinalizar real mais forte

·2 minuto de leitura

Depois de quase ocupar o topo das posições globais de pior moeda do mundo, real pode estar caminhando para uma valorização após prévia da inflação de 0,44%.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou recentemente (25) que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) ficou em 0,44% em maio. O dado, que é uma prévia oficial da inflação do país, revela uma desaceleração quando comparada com meses anteriores. Em março, por exemplo, o índice registrou 0,93% e em abril 0,60%.

Registros de Deflação

Se, por um lado, o IPCA-15 ainda está bem acima do teto da meta do governo, tendo, inclusive, o maior nível para o mês de maio dos últimos 5 anos, por outro, os resultados ficaram abaixo do esperado, visto que uma pesquisa da Reuters estimava para o período uma alta de 0,55%.

O relatório do IBGE apontou, ainda, variações negativas. É o caso de Brasília que teve fortes quedas nos preços de passagens aéreas (-37,10%), gasolina (-1,42%) e frutas (-10,03%).

Impacto nos investimentos

Tanto na renda fixa quanto na renda variável, a inflação impacta diretamente alguns investimentos sobretudo na rentabilidade de algumas aplicações, como títulos públicos, fundos imobiliários e ações de empresas dos setores de consumo, utilidades públicas, concessionárias de energia elétrica e água.

bitcoin btc brasil
bitcoin btc brasil

No caso de criptoativos, o impacto é sofrido apenas de forma indireta, já que a inflação não incide sobre as criptomoedas. O ciclo de alta e queda do Bitcoin, por exemplo, segue outros indicadores.

Vale lembrar, contudo, que uma inflação desordenada pode gerar uma moeda desvalorizada bem com o aumento do dólar e isso pode fazer com que o custo de aquisição dos ativos sofra algum impacto.

Valorização do real

O IPCA-15 de maio junto aos números da taxa dos juros do Brasil, a Selic, que subiu para 3,5% depois do histórico de 7 meses em 2%, geram uma perspectiva positiva para a moeda brasileira.

Fontes da Reuters têm apontado que é possível que fundos dos mercados futuros dos Estados Unidos estejam, inclusive, adotando posições compradas em real, pela primeira vez em 2 anos.

O artigo Inflação: prévia de maio recua e pode sinalizar real mais forte foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos